Benfica

Nélson Veríssimo sobre dérbi: "Vai ser um jogo difícil, que desperta outras emoções"

Nélson Veríssimo sobre dérbi: "Vai ser um jogo difícil, que desperta outras emoções"

O dérbi da última jornada da Liga "tem a mesma importância para o Benfica que para o Sporting", considerou esta sexta-feira o treinador das águias, Nélson Veríssimo, ao lançar a partida de sábado, na Luz.

O técnico interino sublinhou que o objetivo da equipa "passa por ganhar o jogo", tal como "será também o do Sporting" e, nesse sentido, perspetivou um encontro "disputado, com intensidade elevada e duas equipas à procura de vencer".

"Vai ser um jogo difícil, é sempre um dérbi, que desperta outras emoções. É pena não termos o nosso público, mas acredito que vai ser um bom jogo de futebol. Espero um Sporting atrevido e a querer assumir [o jogo], mas deste lado também vai estar uma equipa a querer fazê-lo e a criar muitas situações [de golo]", anteviu Veríssimo em conferência de imprensa, no Seixal.

O sucessor de Bruno Lage admitiu que, por ser contra o Sporting, o jogo de sábado "terá outra dimensão", mas assegurou, também, que "o foco não muda" e garantiu que "não há contas a ajustar" com Ruben Amorim por ter vencido esta época na Luz, por 1-0, na 21.ª jornada, quando ainda treinava o S. C. Braga.

"Quando há [contas a ajustar] as coisas normalmente não correm muito bem. Há, sim, uma grande vontade de fazer um bom jogo, reconhecendo qualidade ao adversário", desvalorizou Nelson Veríssimo.

E se o Benfica já não tem metas a cumprir no campeonato, o mesmo não se pode dizer de Pizzi e Vinícius, que lideram a lista de melhores marcadores da Liga com 18 e 17 golos, respetivamente, o que levou Veríssimo a pedir concentração no coletivo, apesar de saber que "obviamente, vão lutar por esse objetivo".

PUB

"Percebo que estejam na luta, mas temos de ver que os objetivos coletivos estão sempre à frente dos individuais", vincou o treinador das águias.

Por fim, voltando à contratação de Jorge Jesus, o técnico tornou a desejar "felicidades" ao sucessor porque "o seu sucesso será o dos benfiquistas" e desvalorizou o efeito que podem ter nos jogadores as notícias que dão conta de intensas movimentações do clube no mercado de transferências desde o anúncio oficial do novo técnico.

"Todos os anos as entradas e saídas acabam por acontecer. Do que me diz a experiência e do que vejo, não os sinto [os jogadores] afetados. Acaba por ser uma situação normal, com a qual lidam todos os anos. Naquilo que é o dia-a-dia e a confiança deles, não vejo nenhuma situação anormal", assegurou.

O Benfica recebe o Sporting no sábado, às 21.15 horas, no Estádio da Luz, numa partida da 34.ª jornada que não terá qualquer efeito na classificação dos benfiquistas, enquanto os leões ainda lutam por manter o terceiro lugar.

O Sporting precisa de fazer pelo menos um ponto para impedir a ultrapassagem do S. C. Braga, ou que os bracarenses não vençam o F. C. Porto na partida que tem início no mesmo dia e à mesma hora no Estádio Municipal de Braga.

Outras Notícias