O Jogo ao Vivo

Futebol

Neymar lesiona-se e sai de maca na derrota do PSG frente ao Lyon

Neymar lesiona-se e sai de maca na derrota do PSG frente ao Lyon

O Paris Saint-Germain (PSG), com Mbappé no banco até aos 65 minutos, foi este domingo derrotado (0-1) em casa pelo Lyon, na 14.ª jornada da Liga francesa, perdendo a liderança, agora partilhada por Lille e Lyon.

O golo que decidiu a partida foi marcado pelo avançado do Zimbabwe Tino Kadewere, aos 35 minutos, e o Lyon não só teve o mérito de travar o ataque do PSG como também foi sempre a equipa mais objetiva e perigosa no ataque, apesar do maior domínio territorial da equipa parisiense, como o comprovam os cinco remates enquadrados com a baliza contra apenas um do seu opositor.

O técnico alemão Thomas Tuchel surpreendeu ao deixar Kylian Mbappé no banco, mas, perante o desenrolar do jogo, viu-se forçado a lançá-lo aos 65 minutos, para o lugar do argentino Angel Di Maria, no entanto, o internacional francês não foi capaz em meia hora de resolver o que a equipa não fez durante uma hora.

Como se não bastasse a derrota em casa, o PSG perdeu ainda Neymar já em período de compensações, na sequência de uma entrada dura do seu compatriota Thiago Mendes, em que ficou com o tornozelo preso por baixo do corpo do adversário, tendo sido audíveis os gritos com o estádio vazio, bem como o choro enquanto era assistido pela equipa médica.

Logo de seguida, o árbitro do encontro foi ao monitor rever a entrada de Thiago Mendes sobre Neymar e decidiu mostrar-lhe, aos 90+8 minutos, o cartão vermelho, anulando o amarelo mostrado inicialmente.

Na baliza do Lyon esteve o internacional português Anthony Lopes, que manteve a sua baliza inviolável perante o poderoso ataque da equipa parisiense, enquanto no meio-campo do PSG esteve outro internacional português, Danilo, ex-FC Porto, escolhido por Thomas Tuchel para o onze inicial.

Com esta vitória em plano Parque dos Príncipes, o Lyon ascendeu ao segundo lugar, com 29 pontos, os mesmos do líder Lille, deixando o PSG em terceiro, com 28 pontos, enquanto o Marselha, treinado pelo português André Villas-Boas, segue em quarto lugar, com 27, mas tendo menos dois jogos dos que os seus rivais do topo da tabela classificativa.

PUB

Horas antes, o Lille tinha vencido na receção ao Bordéus por 2-1, com o internacional português José Fonte em plano de destaque, ao marcar o segundo golo da sua equipa, que valeu uma preciosa vitória e a liderança do campeonato.

A equipa do Lille adiantou-se no marcador aos 17 minutos, pelo avançado Jonathan Bamba, mas o Bordéus restabeleceu o empate aos 29, pelo médio croata Toma Basic. O internacional português José Fonte colocou a sua equipa de novo na frente do marcador ainda antes do intervalo, aos 45, resultado que não seria alterado na segunda parte.

Pelo Lille alinharam mais dois jogadores portugueses, o médio Xeka e o central Tiago Djaló, lançados em campo aos 78 e 83 minutos, a render Boubakary Soumare e o defesa turco Zeki Celik, respetivamente.

Nos outros jogos hoje realizados, o Rennes foi vencer a Nice por 1-0, o Brest recebeu e venceu o Reims, por 2-1, o Lorient bateu em casa o Nimes por concludente 3-0, enquanto o Nantes e o Estrasburgo empataram a um e dois golos, respetivamente, na receção a Dijon e Metz.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG