Desporto

"Ninguém me cala", avisa Mourinho antes da Supertaça

"Ninguém me cala", avisa Mourinho antes da Supertaça

O treinador do Real Madrid, José Mourinho, afirmou que o encontro da Supertaça frente o FC Barcelona, este domingo, não terá importância na nova temporada e negou que irá ter qualquer tipo de contenção nas suas declarações.

"A mim ninguém me cala", frisou Mourinho, em conferência de imprensa na véspera do jogo, quando questionou se iria ser mais comedido nas suas palavras na época que agora inicia.

Em 2010/11, Mourinho colocou a 'ferver' o campeonato espanhol e a Liga dos Campeões com inúmeras declarações polémicas, que resultou mesmo num pesado castigo da UEFA ao técnico luso.

Sobre o confronto com o F.C. Barcelona, Mourinho classificou-o como o "torneio mais importante do verão" e considerou que não terá importância para o resto da temporada. "É uma prova isolada, não tem nada a ver com o que se vai passar depois. Com o Inter de Milão perdi a Supertaça, mas depois ganhei o campeonato, a taça e a Liga dos Campeões", lembrou.

O técnico português, que se recusou falar sobre o rival catalão, mostrou-se ainda satisfeito com o actual plantel do Real Madrid, embora considere que seja "curto". "O plantel é curto, mas temos jogadores da equipa de reservas, que este ano estão mais maduros. Espero também ter um pouco de sorte e não ter lesões graves durante a época", disse Mourinho.

No último treino antes de defrontar o F.C. Barcelona, o Real Madrid abriu as portas do Estádio Santiago Bernabéu, onde comparecerem 57 mil pessoas para assistir ao apronto dos 'merengues'.

Ricardo Carvalho, Pepe, Fábio Coentrão e Cristiano Ronaldo fazem parte da lista de convocados de Mourinho para o jogo de domingo em Madrid, da primeira mão da Supertaça espanhola.