Desporto

Noite de gala na entrega dos Dragões de Ouro 2012

Noite de gala na entrega dos Dragões de Ouro 2012

O Coliseu do Porto recebeu, esta segunda-feira, a Gala Dragões de Ouro 2012. A festa da família portista entregou 16 estatuetas e mostrou que o sentido de humor do presidente Pinto da Costa está bem de saúde.

Passadeira azul, vestidos de noite e estatuetas douradas. O Coliseu do Porto recebeu a edição de 2012 da gala dos Dragões de Ouro, que distinguiu, entre muitos outros, Vítor Pereira, Hulk, Maicon e Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia e um dos convidados de honra da festa portista.

A noite começou com música e não foi com um artista qualquer. Helton trocou as luvas de guarda-redes pelas baquetas de baterista e atuou com a sua banda, H1 Band, perante uma plateia de luxo. Na primeira fila, claro, Pinto da Costa com Durão Barroso, em destaque, mas também Miguel Relvas, ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Fernando Gomes, presidente da FPF, Luís Filipe Menezes, presidente da Câmara de Gaia, Valentim Loureiro, líder da Câmara de Gondomar, e Joaquim Oliveira, presidente da Controlinveste.

E depois de muitos prémios e música, foi tempo de Pinto da Costa subir ao palco e, com humor, destacar os momentos altos da noite e, sobretudo, o que correu "mal" na festa: "Este dia é sempre uma emoção. Há pouco dizia à minha mulher, com algum humor negro à mistura, que havia duas falhas programadas nesta festa: a vinda do Hulk e a minha homenagem, a título póstumo, algo que os doutores do Hospital de São João não permitiram. Espero que, quando isso acontecer, alguns de vós ainda estejam vivos", afirmou o presidente portista, perante a gargalhada geral da plateia. Um pouco antes, o líder azul e branco tinha entregado o Dragão de Honra a Durão Barroso, a quem agradeceu pelo apoio que deu aos azuis e brancos ao longo dos anos "contra a vontade de alguns míopes", relembrando a presença do político nas finais europeias de 2003 e 2004.

"Ao longo dos anos, habituei-me a admirar e respeitar o F. C. Porto. É o ano do Dragão no zodíaco chinês, mas desde que Pinto da Costa tomou posse, quase todos têm sido anos do dragão", destacou o líder europeu.

Alfinetada à águia

Vítor Pereira foi distinguido como Técnico do Ano, elogiado por Pinto da Costa - "por eu querer ganhar mais do que todos é que você é o treinador do F. C. Porto" -, e deixou uma mensagem que promete conquistas. "Acredito, muito sinceramente, que posso fazer coisas muito grandes no F. C. Porto", disse o treinador. Já Maicon respondeu ao presidente do Benfica, que quer ganhar três campeonatos nos próximos quatro anos: "Sonhar todos sonham. Se eles querem três, nós queremos quatro...".