Jogos Olímpicos

Norte-americano Nathan Chen destrona Yuzuru Hanyu e é ouro em Pequim

Norte-americano Nathan Chen destrona Yuzuru Hanyu e é ouro em Pequim

O norte-americano Nathan Chen conquistou, esta quinta-feira, a medalha de ouro na prova de patinagem artística nos Jogos Pequim2022, impedindo o japonês Yuzuru Hanyu de se tornar o primeiro patinador a conseguir três títulos consecutivos desde 1928.

Chen, de 22 anos, redimiu-se do quinto lugar alcançado nos Jogos PyeongChang2018, e partilhou o pódio com os japoneses Yuma Kagiyama e Shoma Uno, medalhas de prata e bronze, respetivamente.

Yuzuru Hanyu, que sonhava igualar o feito do patinador sueco Gillis Grafstrom, que em 1928 conseguiu o terceiro título olímpico consecutivo, foi apenas quinto.

Na pista de Yanging, o austríaco Johannes Strolz, de 29 anos, sagrou-se campeão olímpico de combinado de esqui alpino, repetindo o feito alcançado pelo pai, Hubert, nos Jogos Calgary1988, e sucedendo ao compatriota Marcel Hirscher, recordista de vitórias em provas da Taça do Mundo.

Strolz, que aos 29 anos somava apenas um triunfo em taças do Mundo, partilhou o pódio com o norueguês Aleksander Aamodt Klide, segundo, e com o canadiano James Crawford, terceiro.

Nos 10 quilómetros de estilo clássico do esqui de fundo, a norueguesa Therese Johaug conquistou o ouro, que juntou ao conquistado na prova de esquiatlo, e aumentou para cinco o seu pecúlio de medalhas olímpicas.

PUB

Jaqueline Mourão, que na terça-feira se tornou a brasileira com mais participações em Jogos Olímpicos, com oito presenças, terminou a prova no 82.º lugar.

Aos 46 anos, Jaqueline Mourão soma três participações em Jogos de Verão, em provas de ciclismo de cross-country, e cinco em Jogos de Inverno.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG