Premium

Os craques adolescentes que encantam a Europa do futebol

Os craques adolescentes que encantam a Europa do futebol

Há aqueles que não enganam, que nem passam por aquela fase de serem promessas e que se tornam certezas quase logo à nascença futebolística, ainda que em alguns casos se tratem de adolescentes.

E meia época depois, o Mundo do futebol já acordou para mais prodígios condenados a um futuro brilhante, quem sabe candidatos a disputarem um trono que na última década andou dividido entre Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. Uns até já brilham na Liga dos Campeões, outros vão-se contentando (ainda) com destaques em alguns dos melhores campeonatos do Mundo, e há também quem já tenha dado o salto da América do Sul para o Real Madrid.

Apesar de terem idades compreendidas entre os 16 e os 19 anos, já estão avaliados em largos milhões de euros, outro sintoma de qualidade a dar com um pau e de que já não é bem de promessas que se tratam. Haland, Fati, Camavinga, Kulusevski, Reinier, Ihattaren, Martinelli e Rayan Cherki são alguns dos vários jovens que começam a ganhar relevância no panorama internacional e, mais do que isso, nos bastidores dos colossos, que não olham a milhões para garantirem os craques. Em Barcelona, até há quem já veja um possível herdeiro de Messi.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG