O Jogo ao Vivo

Conceição

Otávio e David Carmo? "A probabilidade de entrarmos com 11 é forte", diz Conceição

Otávio e David Carmo? "A probabilidade de entrarmos com 11 é forte", diz Conceição

Sérgio Conceição, treinador do F. C. Porto, não confirma as hipóteses de Otávio e David Carmo jogarem, neste domingo, frente ao Vizela. Mas coloca a tónica na conquista dos três pontos.

Na antevisão do encontro deste domingo (18 horas), no reduto do Vizela, da segunda jornada da Liga de futebol, Sérgio Conceição, técnico do F. C. Porto, não revelou se Otávio e David Carmo, que já cumpriram os castigos que transitaram da época anterior, poderão jogar no Minho.

"A probabilidade de entrarmos com 11 jogadores é forte", realçou o treinador dos campeões nacionais, "fintando" a questão sobre a possível utilização de Otávio e David Carmo no terceiro jogo oficial da temporada.

PUB

"As escolhas fazem parte do meu trabalho e os jogadores são todos diferentes. O que me deixa satisfeito é o que me dão diariamente. A dedicação, o trabalhar no limite, para que possa ter algumas dores de cabeça. Eu é que tenho de escolher o melhor 11", acrescentou.

Sérgio Conceição reconheceu a importância de Otávio na equipa e, em relação ao ex-central do Braga, também não levantou o véu, sobre a hipótese de se estrear pelos portistas.

O técnico do F. C. Porto disse "esperar dificuldades", no jogo da segunda jornada da Liga. "O Vizela tem mais um ano de experiência e cada vez está uma equipa mais sólida. Entendo que vai ser um jogo difícil, por isso cabe-nos fazer as despesas do jogo para conquistarmos os três pontos. Conhecemos as características do Vizela, é uma equipa agressiva. Merece-nos grande respeito, mas vamos jogar para vencer", fez notar.

Sérgio Conceição disse gostar de jogos de casa cheia, mesmo que, como vai acontecer em Vizela, a maioria do público não seja afeto ao F. C. Porto. A propósito, evidenciou até as características específicas do recinto vizelense: "O próprio insulto chega-me de uma forma fácil, mas isso faz parte do jogo, há que aceitar", enfatizou.

A opção crescente por Marko Grujic poderá indiciar que está encontrado o sucessor de Vitinha, jogador que neste defeso se transferiu para o PSG. O treinador admite tratar-se de "uma discussão interessante", mas, vincou, "são jogadores diferentes".

"Temos de ajustar o nosso modelo e reinventar. O Vitinha fez uma época extraordinária, mas faz parte do passado. É a realidade do futebol português", salientou.

A terminar a conferência de Imprensa, o treinador enviou um "abraço solidário" à família de Eduardo Oliveira, fisiologista dos portistas, pelo falecimento do pai, estendendo a solidariedade ao Benfica e aos familiares do antigo jogador Fernando Chalana, que morreu esta semana. "Foi um génio, um dos maiores de sempre do futebol português, não é coisa pouca", realçou.

Sérgio Conceição mostrou-se ainda solidário com as pessoas da cidade de Guimarães, devido aos incidentes que marcaram esta semana o jogo europeu do Vitória com o Hajduk Split, para a Liga Conferência. "Tenho um carinho muito grande por aquela gente. Sofreram e viveram coisas que não são nada boas para o futebol. São delinquentes que utilizam o futebol para a violência gratuita", lamentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG