Futebol

Paços de Ferreira vence Espinho e chega aos quartos da Taça de Portugal

Paços de Ferreira vence Espinho e chega aos quartos da Taça de Portugal

O anfitrião Paços de Ferreira, da Liga, venceu esta quarta-feira o Sporting de Espinho, do Campeonato de Portugal, por 3-0, e qualificou-se para os quartos-de-final da Taça de Portugal.

Os pacenses chegaram à vantagem por Pedrinho pouco antes do intervalo, aos 45+2 minutos, e voltaram a marcar no segundo tempo por Murilo, que "bisou" no encontro, com tentos aos 76, após demorada consulta ao videoárbitro, e aos 90+5, garantindo um triunfo por números demasiado penalizadores para os espinhenses.

A chuva intensa, por vezes diluviana, marcou presença ao longo do encontro, com os "tigres" a revelarem até melhor adaptação ao estado do relvado e a conseguirem dar uma boa réplica à formação primodivisionária, soçobrando somente no último lance do primeiro tempo, com Pedrinho a ganhar um ressalto à entrada da área e, com algum espaço, a rematar cruzado e a inaugurar o marcador.

O resultado era lisonjeiro para os pacenses, que só por duas vezes, sempre por Tanque, conseguiram de alguma maneira importunar o guarda-redes da formação espinhense, uma equipa sem medo em campo e que revelou sempre grande solidariedade, com os jogadores a não se furtarem aos lances divididos e a uma toada meramente defensiva.

Surpreendeu, aliás, a irreverência da formação do Campeonato de Portugal com bola, conseguindo em processos simples jogar fácil e colocar em sentido a defesa contrária, graças em especial à experiência de Diogo Valente e à habilidade colocada ao serviço da velocidade de Eduardo Baldé, um jogador muito forte nos duelos individuais.

O defesa-esquerdo espinhense Gonçalo Cardoso ainda "queimou" as luvas de Simão Bertelli, hoje promovido a titular nos "castores", aos 20 minutos, num remate de fora da área ao qual o brasileiro socou para canto.

O jogo, que não teve muitas oportunidades de golo, piorou, naturalmente, de qualidade no segundo tempo, com o cansaço a notar-se mais nos forasteiros, favorecendo os locais, que resolveriam de vez a eliminatória em dois remates de Murilo, numa fase em que os espinhenses estavam mais balanceados no ataque.

Ficha de jogo:

Jogo no Estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira.

Paços de Ferreira - Sporting de Espinho, 3-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores: 1-0, Pedrinho, 45+2 minutos; 2-0, Murilo, 76; 3-0, Murilo, 90+5

Equipas:

Paços de Ferreira: Simão Bertelli, Uilton, André Micael, Maracás, Oleg, Murilo, Diaby, Pedrinho, Hélder Ferreira (Jorge Silva, 73), Diogo Almeida (Dadashov, 83) e Douglas Tanque (Vasco Rocha, 58).

(Suplentes: Marco Ribeiro, Jorge Silva, Bruno Teles, Vasco Rocha, Bernardo Martins, Yago e Dadashov).

Treinador: Pepa.

Sporting de Espinho: Bruno Silva, Mica, Amadeu (Chapi, 58), João Pinto, Gonçalo Cardoso, João Ricardo, Paulo Jorge (Filipe Leite, 75), Diogo Valente, Vieirinha (Betinho, 64), Eduardo Baldé e Jota.

(Suplentes: Kadu, Rafa, Christian Lotitto, Chapi, Filipe Leite, Carlitos e Betinho).

Treinador: João Ferreira.

Árbitro: Cláudio Pereira (AF Aveiro).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para André Micael (12), Douglas Tanque (15), João Pinto (28), Oleg (45+1), Vasco Rocha (66), João Ricardo (80) e Chapi (86).

Assistência: Cerca de 1.000 espetadores.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG