Portimonense

Paulo Sérgio: "Devíamos ter sido malandros e não fomos"

Paulo Sérgio: "Devíamos ter sido malandros e não fomos"

O treinador do Portimonense considerou que a equipa algarvia fez um jogo "muito competente" frente ao F. C. Porto mas lamentou a "imaturidade" da equipa no primeiro golo sofrido.

"A equipa fez um jogo muito competente, tivemos várias chegadas para golo frente ao F. C. Porto, que é uma equipa com uma qualidade que toda a gente reconhece e com um nível muito superior ao que é o nosso. Batemo-nos muito bem. Tivemos uma segunda parte fantástica, pena que não tivéssemos encontrado a rede. O único amargo de boca é a forma como consentimos os golos. O primeiro é alguma imaturidade. Devíamos ter sido malandros e não fomos. O Relvas esteve muito tempo fora e eles encostaram-nos durante esses três ou quatro minutos. Estava desesperado porque estava a adivinhar aquilo que podia acontecer. Tínhamos tudo para tirar aquela bola dali. Assim como tivemos para tirar a bola no segundo golo. Esse é o meu amargo de boca", começou por dizer Paulo Sérgio, destacando o trabalho da equipa.

PUB

"Pressionámos muito, a equipa trabalhou muito. Não é fácil contra um adversário desta valia. Os números do jogo são muito equilibrados. Fica essa atitude, esse querer aparecer e competir, mesmo com muita gente inexperiente na Liga. A forma como sofremos os golos é que me desgostou. Podíamos ter resolvido aqueles lances de forma mais eficaz", concluiu.

O F. C. Porto venceu, este sábado, no Algarve, o Portimonense em jogo a contar para a nona jornada da Liga. Otávio e Pepê marcaram os golos dos dragões. Os azuis e brancos somam, agora, 22 pontos, mais três do que o Sporting de Braga, terceiro, que no domingo recebe o Desportivo de Chaves, enquanto o Portimonense averbou o segundo desaire consecutivo e é sétimo colocado, com 15.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG