Liga Europa

Pedro Martins e Espírito Santo empatados

Pedro Martins e Espírito Santo empatados

No duelo entre treinadores e jogadores portugueses, Olympiacos e Wolverhampton neutralizaram-se (1-1), em Atenas. Manchester United e Basileia goleiam. Leverkusen e Shakhtar também bem lançados.

Por via das medidas de contenção do surto de coronavírus, o Estádio Karaikari, no Piréu, não teve nem um único adepto nas bancadas e na transmissão televisiva do jogo foi possível ouvir por diversas vezes o eco de várias expressões portuguesas, incluindo as tiradas mais típicas do glossário do futebol.

Dois treinadores portugueses, Pedro Martins, pelos gregos, e Nuno Espírito Santo, pelos ingleses, escalaram diversos compatriotas para o jogo: o guarda-redes José Sá e o defesa Ruben Semedo foram titulares pelo Olympiacos (Bruno Gaspar foi suplente e jogou nos últimos dez minutos); Patrício, Neves, Moutinho, Vinagre e Jota alinharam de início pelo Wolverhampton (do banco dos Lobos ainda saltaram Podence e Neto e este até marcou e neutralizou o golo grego, da autoria de El Arabi).

No final, a primeira mão dos oitavos de final o empate já deixou uma tendência: porque o remate Neto adianta os Wolves, pela regra do golo fora, e porque o jogo da segunda mão será disputado em Inglaterra, onde o Olympiacos não poderá contar com Rúben Semedo, que foi expulso deste jogo da primeira mão (29 m), deixando a equipa grega com menos um jogador durante mais de uma hora.

Outra equipa inglesa, o Manchester United está praticamente qualificada para os quartos de final, após a goleada ao LASK Linz, por 5-0. Também à porta fechada, por causa do coronavírus, os "red devils" deram uma demonstração de força. Ruben Fernandes não marcou, mas comandou a equipa de Ole Gunnar Solskjaer.

Odion Ighalo, Daniel James, Juan Mata, Mason Greenwood e Andreas Pereira marcaram os golos do festim inglês em Linz.

Igualmente bem encaminhado para os quartos de final está o Basileia. A equipa suíça venceu o Eintracht por 3-0 (Samuele Campo, Kevin Bua e Fabian Frei). Os clubes acordaram também disputar em Franckfurt o jogo da segunda mão.

Ainda esta quinta-feira, num dos duelos mais aguardados, o Bayer Leverkusen, que eliminou o F.C. Porto, venceu o Rangers, carrasco do Braga. Em Glasgow, Havertz, Aranguiz e Bailey marcaram golos do triunfo (3-1) da equipa alemã, que fica com um pé nos quartos de final. E outra equipa alemã, o Wolfsburgo teve sinal contrário: perdeu em casa com o Shakhthar, que eliminou o Benfica na ronda anterior. A equipa ucraniana, treinada por Luís Castro, venceu na Alemanha por 2-1, graças as remates de Júnior Moraes e de Marcos Bahia.

Em Istambul, o Basaksehir adiantou-se ao Copenhaga (1-0, Edin Visca, de penálti).

Por causa da pandemia de coronavírus, os jogos Sevilha-Roma e Inter-Getafe foram adiados para data a determinar pela UEFA.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG