Ténis

Pedro Sousa travado pelo antigo campeão do Open da Austrália Stan Wawrinka

Pedro Sousa travado pelo antigo campeão do Open da Austrália Stan Wawrinka

O português Pedro Sousa despediu-se hoje do Open da Austrália, ao ser derrotado pelo suíço e antigo campeão Stan Wawrinka, na jornada inaugural do primeiro "major" da temporada de ténis, que decorre até 21 de fevereiro, em Melbourne Park.

Naquela que foi a segunda presença no quadro principal do torneio, desde 2019, o número dois português e 108.º do "ranking" ATP não foi capaz de superar o difícil teste diante Stan Wawrinka (18.º ATP), que assegurou o triunfo em três "sets", pelos parciais de 6-3, 6-2 e 6-4, em uma hora e 36 minutos.

Pedro Sousa, de 32 anos, até começou bem, a arriscar e a procurar o ponto, mas ao quarto jogo sofreu o "break" (1-3) e, não conseguindo recuperar mais da desvantagem, acabou por entregar o primeiro "set", em 32 minutos, ao antigo número três mundial, que desistiu dos quartos de final do ATP 250 Murray River Open, na última semana, para se poupar para o 'major' dos Antípodas.

Na segunda partida, o detentor de três títulos do Grand Slam, de 35 anos, quebrou o serviço ao adversário português logo de entrada e, procurando abrir os ângulos e colocando muita potência nas suas pancadas, conquistou novo 'break' no sétimo jogo (5-2) para servir e, ao segundo dos três 'set points' que dispôs, fechar por 6-2.

Já depois de baixar um pouco o ritmo, Sousa permitiu nova quebra de serviço no terceiro jogo do terceiro "set" (1-2), permitindo novamente ao helvético e 17.º cabeça de série, após cumprir o seu jogo de serviço (3-1), colocar-se em posição de sentenciar o triunfo em três partidas, o que viria a acontecer por 6-4.

Apesar de eliminado, Pedro Sousa somou 10 pontos e deverá ascender à 106.ª posição da hierarquia mundial, enquanto Stan Wawrinka, que contabilizou sete ases, 35 "winners" e 26 erros não forçados, face aos dois ases, 18 pontos ganhadores e 31 erros não forçados do opositor português, vai defrontar na segunda jornada o vencedor do encontro entre o húngaro Marton Fucsovics (55.º ATP) e o australiano Marc Palmans (125.º ATP), que recebeu um "wild card" para jogar o quadro principal do Open da Austrália.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG