Reação

Pelé faz declaração de amor a Maradona

Pelé faz declaração de amor a Maradona

A rivalidade entre os dois sempre marcou a história do futebol. Quem foi melhor? Pelé ou Maradona? O brasileiro coloca de lado a rivalidade e rende-se à lenda do argentino.

A discussão sempre foi eterna: Pelé ou Maradona. Quem foi realmente o melhor de sempre? A discussão agora é outra. Pelé, um deus do futebol brasileiro, que até protagonizou algumas polémicas com o astro argentino, rendeu-se a Maradona numa mensagem genuína e carregada de emoção, publicada nas redes sociais. "Já passaram sete dias desde que você partiu. Muitas pessoas adoravam comparar-nos durante toda a vida. Você foi um génio que encantou o mundo. Um mágico com a bola nos pés. Uma verdadeira lenda. Mas acima disso tudo, você sempre será um grande amigo, com um coração maior ainda", começou por escrever Pelé, senhor de 80 anos e com um passado bem composto por três mundiais pela seleção brasileira.

Fez ontem, quarta-feira, que o mundo soube da morte de Maradona, vítima de um problema cardíaco. Vários relatos dão conta que o coração do antigo jogador argentino, vencedor do Mundial 1986 - provavelmente foi ele o grande artesão dessa conquista -, pesava meio quilo, o dobro do normal, e por isso mesmo foi retirado do corpo para ser autopsiado. Os médicos querem aferir de forma mais concreta as causas da morte. Uma semana antes da tragédia, Maradona, de 60 anos, tinha caído e batido com a cabeça.

Enquanto os médicos estudam as causas concretas da morte, Pelé lamenta a perda de um dos maiores rivais de sempre. "Hoje, eu sei que o mundo seria muito melhor se pudéssemos comparar menos uns aos outros e passássemos a admirar mais uns aos outros. Por isso, quero dizer que você é incomparável", adianta o antigo jogador brasileiro, consciente de que Maradona comprou várias guerras com a FIFA e foi sempre alguém que nunca se intimidou de dizer tudo aquilo que pensava. "A sua trajetória foi marcada pela honestidade. Você sempre declarou seus amores e desamores aos quatro ventos. E com esse seu jeito particular, ensina que temos que amar e dizer 'amo-te' muito mais vezes. A sua partida rápida não me deixou dizer, então apenas escrevo: Amo-te, Diego".

A fechar um texto muito emocionado, Pelé volta a sublinhar a admiração por Maradona: "Meu grande amigo, muito obrigado por toda a nossa jornada. Um dia, lá no céu, vamos jogar juntos na mesma equipa. E vai ser a primeira vez que eu vou dar socos no ar sem estar a comemorar um golo, mas sim, por poder te dar mais um abraço". Nessa altura, o céu vai ter estrelas mais reluzentes.

Outras Notícias