Vitória de Guimarães

Pepa considera castigo "injustiça tremenda" que espera ver "corrigida"

Pepa considera castigo "injustiça tremenda" que espera ver "corrigida"

Treinador do Vitória de Guimarães foi suspenso por um jogo, após ter sido expulso na partida com o Sporting, mas não esconde revolta, pois acha que não fez nada merecedor do cartão vermelho.

A expulsão no jogo com o Sporting levou o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol a aplicar um jogo de castigo a Pepa. O treinador do Vitória de Guimarães não se conforma com a decisão e espera que a mesma seja revertida. "Ser expulso por aquilo que fiz, sinto-me revoltado. Estou indignado com o que aconteceu. Não estou aqui a criticar o Fábio Veríssimo, mas ser expulso por me deslocar dez a quinze metros e por protestar uma falta, que não devia, por favor", adiantou, na conversa com os jornalistas, no final do treino desta quinta-feira de manhã, aberto ao público.

E prosseguiu: "Senti-me injustiçado em campo, mas tinha esperança que quem decide e toma decisões ia perceber que não houve motivos. E ainda levo um jogo de castigo? Foi de uma injustiça tremenda e espero que seja corrigido. Sou uma pessoa educada e tenho paixão pelo jogo. Mas não me vão catalogar como pessoa arruaceira ou mal-educada. Não posso ser bode expiatório ou exemplo para quem quer que seja".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG