Exclusivo

Pepe falha Turquia e deixa Fernando Santos em apuros

Pepe falha Turquia e deixa Fernando Santos em apuros

Central tem covid-19 e obriga o selecionador a remendar ainda mais uma defesa sem três habituais titulares. Tiago Djaló chamado e Anthony Lopes é rendido por José Sá

A defesa de Portugal para a meia-final do play-off de apuramento para o Catar já estava por arames e agora está feita em cacos que Fernando Santos terá que juntar de forma a remendá-la o melhor possível para dar conta do recado frente à Turquia, depois de amanhã, no Dragão (19.45 horas, RTP1). Ontem, a preparação desse confronto começou com a notícia de que Pepe também estará de baixa por ter testado positivo à covid-19. O central junta-se a João Cancelo nos indisponíveis para o jogo no Dragão, mas pode ser opção para a final, caso Portugal se apure, ao contrário de Rúben Dias, Nélson Semedo, Rúben Neves e Renato Sanches, as outras ausências de peso. Tiago Djaló foi o escolhido para reforçar as opções defensivas de Portugal e, aos 21 anos, espreita a primeira internacionalização. À noite, surgiu mais outra notícia desagradável: Anthony Lopes, guarda-redes do Lyon, foi dado como inapto e o selecionador teve de chamar José Sá (Wolverampthon).

Sem Pepe, é certo que Portugal medirá forças com a Turquia com uma defesa sem três dos quatros habituais titulares, o que acentua o impacto da falta do luso-brasileiro, um dos intocáveis desde que se estreou em novembro de 2007. Pepe soma 123 internacionalizações (superado apenas por Figo, João Moutinho e Cristiano Ronaldo), foi capitão em diversas ocasiões e contribuiu decisivamente para os grandes feitos da seleção portuguesa. Nos últimos tempos, formou uma dupla de respeito com Rúben Dias, outro dos grandes ausentes. As mudanças na defesa para o jogo com a Turquia estendem-se à direita, onde o castigo de João Cancelo e a lesão de Nélson Semedo levarão à titularidade de Diogo Dalot ou de Cédric Soares.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG