Desporto

Pinto da Costa destaca "humildade" de Casillas e elogia Julen Lopetegui

Pinto da Costa destaca "humildade" de Casillas e elogia Julen Lopetegui

O presidente do F. C. Porto elogiou, esta segunda-feira, a "humildade" do guarda-redes Iker Casillas, elogiou o trabalho do treinador Julen Lopetegui e considerou que Cristiano Ronaldo pode ser o melhor do Mundo, mas que "Messi é de outro planeta".

Numa entrevista de página inteira na edição desta segunda-feira do diário espanhol "El Pais", Pinto da Costa admite que o F. C. Porto não tinha prevista a contratação de Casillas.

"As estrelas interessam-nos sempre, mas era impensável. Estávamos à procura de um guarda-redes porque o titular, Fabiano, foi para a Turquia e Helton já tem 37 anos, mas nunca pensámos em Casillas. Quando surgiu a possibilidade, perguntei se era real e ordenei que se parasse tudo; o objetivo já era só o Casillas", disse Pinto da Costa, acrescentando que já era "um grande admirador" do antigo guardião do Real Madrid.

O dirigente do clube azul e branco sublinha que "jamais" conheceu "uma estrela do futebol com mais humildade e simplicidade" do que Iker Casillas.

"Estamos muito felizes com as suas qualidades profissionais, mas sobretudo humanas. Estou certo de que vai triunfar e ser muito feliz aqui [no F. C. Porto]", realçou.

Questionado sobre "os resultados irregulares" do atual treinador azul e branco, o basco Julen Lopetegui, Pinto da Costa dá um voto de confiança ao técnico, afirmando que se trata de um "treinador jovem, com ambição de crescer".

O presidente portista disse que o treinador "esteve bem" na sua época de estreia, deixando entender que apenas não ganhou o campeonato devido a arbitragens "que favoreceram o Benfica".

"No primeiro ano esteve bem, mas no próximo [esta época] vai ser melhor. Não ganhou nada, mas estou satisfeito. Na Liga, um estudo demonstrou que o Benfica foi favorecido com sete pontos. E na Liga dos Campeões foi o Bayern de Munique que nos eliminou nos quartos de final", sublinhou.

Confrontado com a escolha "Cristiano ou Messi?", Pinto da Costa disse que "não pode esquecer, ainda que queira, o sentimento patriótico".

"Mas isso não nos pode fazer perder o raciocínio. Dá-me muita tristeza quando os selecionadores escolhem o melhor do Mundo e vejo que o treinador de Portugal, o meu amigo Fernando Santos, não põe Messi entre os três melhores. Um absurdo", realçou o dirigente.

"Perante uma pergunta para um português, direi: Ronaldo é o melhor do mundo. Messi é de outro planeta", concluiu.

O presidente do F. C. Porto, em funções desde 1982, ainda desvalorizou a ideia de que o seu clube "se caracteriza por comprar futebolistas baratos e vendê-los caros", mas Pinto da Costa considerou que que até "vende barato".

"Tenho essa fama, mas vendo barato. Sou o que vende mais barato. Vendi Pepe por 30 milhões de euros. Quantos jogos já disputou? Saiu muito barato. Antes, o Real Madrid tinha comprado muitos defesas por 10 e 15 milhões que não valiam nada. (...) Caros são os que se compram baratos e depois não jogam", declarou.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG