F. C. Porto

Pinto da Costa e Wendell: "Tentaram desviá-lo"

Pinto da Costa e Wendell: "Tentaram desviá-lo"

O presidente dos dragões elogiou a postura do ex-jogador do Bayer Leverkusen e dos seus representantes, revelando que o brasileiro foi tentado a assinar por outro clube, mesmo depois de o contrato com os azuis e brancos estar definido.

"Era um jogador de quem tínhamos ótimas referências, estava há muito tempo referenciado e aprovado pelos nossos técnicos, portanto fizemos um trabalho tranquilo para que o seu ingresso no F. C. Porto fosse uma realidade", afirmou Pinto da Costa aos meios de comunicação do clube azul e branco, afirmando que houve uma tentativa de desvio do atleta.

"Quero mostrar a minha satisfação porque acompanhei o processo e, até há poucos minutos, houve pessoas a tentar desviá-lo com ofertas para inglês ver, como se costuma dizer, para tentar estragar o negócio, de modo que quero realçar a vontade que o Wendell demonstrou em preferir o F. C. Porto a outro clube e salientar a maneira exemplar e de cumprimento da palavra dada ao F. C. Porto dos seus empresários, que foram realmente um exemplo que toda a gente devia seguir. Compreendo que toda a gente pode querer fazer um negócio, mas há limites para se compreender", defendeu o líder dos azuis e brancos, sem referir nomes. Recorde-se que o Benfica também esteve interessado na contratação do lateral esquerdo.

"Quando um negócio já está feito, não vale tudo para tentar impedir que qualquer negócio seja feito. Este fizemo-lo por vontade própria, mas fizemo-lo também porque o jogador e os seus empresários foram pessoas de palavra, de grande caráter e é disso que o F. C. Porto precisa cada vez mais. Estou satisfeito, não só pelas referências que temos em termos futebolísticos do seu valor, mas pela sua maneira de ser. Tive o prazer de lidar com homens com "H grande" durante este processo", acrescentou Pinto da Costa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG