Futebol

Pinto da Costa suspenso 90 dias e multado em mais de 11 mil euros

Pinto da Costa suspenso 90 dias e multado em mais de 11 mil euros

Pinto da Costa foi suspenso 90 dias por declarações sobre a arbitragem. A decisão do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol contempla ainda uma multa de 11.480 euros a ser paga pelo presidente do F. C. Porto.

Em causa estão declarações de Pinto da Costa feitas em duas diferentes ocasiões: primeiro no editorial da revista Dragões e, depois, em entrevista ao jornal "O Jogo".

Na Página do Presidente, na revista do clube, o líder portista visou os árbitros (João Pinheiro) e VAR (Bruno Paixão) do polémico Feirense-Benfica. "Triste o país onde abundam as paixões vermelhas e os pinheiros pouco iluminados, sempre disponíveis para subverter a classificação do campeonato, como agora o fizeram, demonstrando que o crime compensa e que não há camião de coação que não continue a dar resultados", escreveu.

Já ao jornal O Jogo, Pinto da Costa falou de outros casos em que as arbitragens alegadamente beneficiaram o Benfica, indo mais longe ao afirmar que "o campeonato decidiu-se em três sítios: Vila da Feira, Braga e Vila do Conde".