Futebol

Pinto da Costa suspenso 45 dias por críticas a Artur Soares Dias

Pinto da Costa suspenso 45 dias por críticas a Artur Soares Dias

O presidente do F. C. Porto foi, esta terça-feira, suspenso 45 dias pelo Conselho de Disciplina da Federação, depois de ter criticado Artur Soares Dias, após o jogo entre os dragões e o Rio Ave, em março. Terá ainda de pagar uma multa de mais de seis mil euros.

Na altura, Pinto da Costa queixou-se de um alegado penálti sobre o avançado maliano Marega e do posicionamento das linhas de fora de jogo, que ditou a anulação do golo de Soares, que daria o 2-1 aos portistas, considerando que nem Soares Dias, nem Vasco Santos (no VAR) teriam condições para apitar mais jogos do F. C. Porto.

"Foi tão evidente que ainda hoje não compreendo como o senhor Vasco Santos, a ver as imagens, não faz nada. Como é possível não chamar a atenção do árbitro? Prova a incapacidade deste senhor para exercer estas funções. Sei que o senhor Soares Dias, já no balneário, abriu a porta e disse ao engenheiro Luís Gonçalves que não era penálti. Se mesmo vendo as imagens diz que não é penálti, não tem condições para poder arbitrar", disse na altura o presidente do F. C. Porto.

Jorge Nuno Pinto da Costa pediu ainda que Artur Soares Dias deixasse de apitar jogos dos azuis e brancos.

O Conselho de Disciplina puniu ainda o Vitória de Guimarães com um jogo à porta fechada, na sequência dos distúrbios ocorridos na partida com o Benfica, em janeiro.

Outras Notícias