Entrevista

Pinto da Costa: "Tínhamos a receber 7,5 milhões de IVA e o Estado não nos pagou"

Pinto da Costa: "Tínhamos a receber 7,5 milhões de IVA e o Estado não nos pagou"

Pinto da Costa, presidente do F. C. Porto, revelou esta terça-feira que os azuis e brancos tinham a receber até 31 de dezembro 7,5 milhões de euros de IVA e o Estado ainda só pagou uma parte. O líder dos portistas salientou ainda a falta de ajuda do Governo em relação ao futebol profissional.

"Para o futebol não-profissional pode ser bom, mas o que me diz respeito é futebol profissional e, quanto a isso, não há resposta nenhuma do Governo. O F. C. Porto com a não existência de público teve um prejuízo de 27 milhões de euros. O F. C. Porto paga 42 milhões por ano de impostos, mais 7 milhões de Segurança Social. Sabe qual foi a ajuda? O F. C. Porto como qualquer empresa tem direito à devolução do IVA. Tínhamos a receber até 31 de dezembro 7,5 milhões do Estado. Não nos pagaram. A 5 de janeiro entrámos em tribunal e nessa altura pagaram 4 milhões de euros. A 21 de janeiro reclamámos os 3,5 milhões. O tribunal notificou o Ministério das Finanças para pagar e até agora... Agora em março mais um milhão e tal. Isto não são subsídios, isto é restituição do que temos direito", revelou o dirigente portista, em entrevista ao Porto Canal.

Para Pinto da Costa, não há qualquer tipo de dúvida que o futebol é tratado de forma diferente.

"O Estado que venha dizer que não é verdade, que eu provo que é verdade. Como é que os clubes podem sobreviver? Se nos atrasarmos um dia estão em cima de nós, mas eles devem-nos a nós. Estados gerais do futebol? Ainda não percebi o que é isso. Deve ser dos parasitas do futebol. O que o Estado tem, no mínimo, é de cumprir as suas obrigações. Não é sério que o Estado multe os contribuintes quando se atrasa e depois não pague dentro dos prazos. Dos 22 jogadores da Seleção Nacional sabe quantos jogam em Portugal? Cinco. É que um jogador aqui ganha líquido nem metade do que aufere e lá fora é diferente", referiu.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG