Sub-17

Portugal empata e adia apuramento para Ronda de Elite de aceso ao Euro

Portugal empata e adia apuramento para Ronda de Elite de aceso ao Euro

A seleção portuguesa de futebol de sub-17 empatou (0-0), este sábado, com a Geórgia, em jogo da segunda jornada do grupo 8 de apuramento para a Ronda de Elite de qualificação para o Europeu de 2020, na Estónia.

Depois de ter goleado a Albânia por 4-0, Portugal foi incapaz de marcar à Geórgia, mas mantém-se em posição de apuramento, no segundo lugar do agrupamento, com menos dois pontos do que a Ucrânia, que hoje se impôs por 2-0 aos albaneses e garantiu a qualificação para a Ronda de Elite.

Portugal e Geórgia não chegaram a inaugurar o marcador, num jogo em que a seleção portuguesa foi superior, a conseguir mais tempo de jogo no meio campo do adversário e a fazer mais remates à baliza georgiana.

Ao longo da primeira parte, as duas seleções fizeram um jogo mais defensivo, com ambas as equipas mais organizadas, mas, ainda assim pertenceram a Portugal as melhores oportunidades para inaugurar o marcador.

O guarda-redes Luka Kharastishvili foi um dos principais obstáculos que a seleção treinada por José Guilherme encontrou e, nas duas vezes em que o guardião foi ultrapassado, a bola esbarrou no poste da baliza da Geórgia.

Na segunda parte, as duas seleções entraram em campo mais velozes e a tentarem chegar mais rapidamente à baliza do adversário, mas sem sucesso.

Na terça-feira, Portugal defronta a Ucrânia, frente à qual só uma vitória permite vencer o grupo, mas as contas do apuramento são mais fáceis, podendo inclusive perder e seguir para a Ronda de Elite, uma vez que têm três pontos de vantagem sobre a Geórgia e um saldo muito mais favorável de golos.

Ficha de jogo:

Jogo disputado no Estádio João Cardoso, em Tondela.

Portugal - Geórgia, 0-0.

Equipas

Portugal: Valentino Rodrigues, André Ferreira (João Batista, 81), David Vinhas, António Silva, Leandro Dias, Ronaldo Camará, Gustavo Mendonça, Diogo Abreu (Martim Neto, 74), Rodrigo Gomes (André Gonçalves, 74), Herculano Nabian e Joelson Fernandes.

(Suplentes: Ivan Cardoso, Marco Torres, Tiago Antunes, Matchói Djaló, Martim Neto, João Resende, João Batista, Flávio Nazinho e André Gonçalves).

Treinador: José Guilherme.

Geórgia: Luka Kharastishvili, Zura Zosiashvili (Teimuraz Turazashvili, 59), Mikheil Avalian, Saba Khvadagiani, Giorgi Ubilava, Giorgi Gvishiani (Tornike Dundua, 88), Luka Gagnidze, Otar Mamageishvili, Giorgi Chkhetiani, Giorgi Abuashvili e Gizo Mamageishvili (Zaur Sitchinava, 83).

(Suplentes: Daviti Asatiani, Nodari Tutashvili, Luka Salukvadze, Tornike Dundua, Davit Gogotishvili, Sandro Tatishvili, Nikoloz Ugrekhelidze, Teimuraz Turazashvili e Zaur Sitchinava).

Treinador: George Chitauri.

Árbitro: Kaspar Sjöberg (Suécia).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Luka Gagnidze (45), Giorgi Gvishiani (48) e Giorgi Abuashvili (90+6).

Assistência: cerca de 200 espetadores.