Tóquio

Portugal faz história no andebol em ronda ditada pela "lei do mais forte"

Portugal faz história no andebol em ronda ditada pela "lei do mais forte"

Portugal superou, esta segunda-feira, uma "montanha-russa" de emoções diante do Bahrain e alcançou a primeira vitória de sempre num torneio olímpico de andebol, numa segunda ronda de Tóquio2020 em que os "colossos" Dinamarca, Suécia, França e Espanha também venceram.

No Yoyogi National Stadium, na capital japonesa, a seleção nacional sofreu a bom sofrer para ultrapassar um adversário que já tinha causado muitas dificuldades à vice-campeã mundial Suécia, mas acabou por bater os asiáticos por 26-25, com o golo decisivo a surgir a um minuto do final, da autoria do mais certeiro dos lusos, Pedro Portela (seis golos).

Na estreia numa competição olímpica de andebol, Portugal arrecadou, assim, a sua primeira vitória de sempre, mantendo-se na luta por uma vaga nos quartos de final, em vésperas de defrontar duas potências mundiais para o Grupo B: Suécia, na quarta-feira, e Dinamarca, na sexta.

O último jogo dos portugueses será frente ao Japão, em 1 de agosto, num duelo que poderá assumir contornos decisivos para as contas do apuramento luso.

A Dinamarca, medalha de ouro no Rio2016 e campeã mundial, voltou a superiorizar-se à concorrência e somou o segundo triunfo no Grupo B, diante do Egito, por 32-27, com destaque para Mikkel Hansen, com nove golos, e Mathias Gidsel, com oito e um acerto de 89% na finalização.

Hansen atingiu uma marca "redonda" nessa partida e chegou aos 1100 golos em 219 jogos pela seleção nórdica, que divide a liderança com a "vizinha" Suécia. Após a vitória tangencial sobre o Bahrain (32-31), na ronda inaugural, os vice-campeões mundiais voltaram a vencer com dificuldade, desta vez ante o anfitrião Japão, por 28-26.

No Grupo A, a França, vice-campeã olímpica, teve de fazer face à reação do Brasil no final do primeiro tempo, mas acabou por superar os brasileiros, por 34-29, liderando o agrupamento juntamente com a Espanha.

PUB

A terceira classificada no último Mundial de andebol entrou mal diante da Noruega, equilibrou o resultado em cima do intervalo (13-14) e, depois de uma segunda parte disputada "taco a taco", conseguiu chegar ao triunfo por 28-27, graças a um livre de sete metros convertido por Aleix Gómez no último segundo do jogo.

Depois de ter sido surpreendida pelos espanhóis no arranque do torneio olímpico, a Alemanha, 'bronze' no Rio2016, arrecadou o primeiro triunfo nesta edição dos Jogos, batendo a Argentina por 33-25.

A terceira ronda da fase de grupos está agendada para quarta-feira. Os quatro primeiros classificados de cada grupo apuram-se para os quartos de final.

Devido à pandemia de covid-19, a 29.ª edição dos Jogos Olímpicos de verão foi adiada para este ano, decorrendo até 08 de agosto, em Tóquio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG