Desporto

Portugal vence Argentina e está nas meias-finais do Mundial de Sub-20

Portugal vence Argentina e está nas meias-finais do Mundial de Sub-20

A sorte grande saiu a Portugal na lotaria dos penáltis. Depois dos falhanços de Danilo e Roderick, o guarda-redes Mika vestiu a pele de herói e, depois do remate à trave de Pirez, defendeu dois castigos máximos e colocou Portugal nas meias-finais do Mundial de Sub-20. Segue-se o vencedor do França-Nigéria.

Devagar, devagarinho - estavam 31 graus centígrados em Cartagena -, assim foi a primeira parte. Portugal acelerou o jogo, aqui e ali, através de passes longos. Ao segundo, Caetano viu Andrada negar-lhe o golo (21 m). Com Portugal bem organizado defensivamente, a Argentina não teve talento para incomodar Mika, apesar dos pormenores de Lamela.

Na segunda parte, a Argentina adiantou linhas, explorou os flancos e assumiu algum ascendente, mas sem criar perigo. Excepção a um remate traiçoeiro do dragão Iturbe, lançado à hora de jogo.

Portugal respondeu sempre e Sérgio Oliveira, de livre, testou a atenção de Andrada. O desgaste fez-se sentir e o jogo acabou como começou: devagar, devagarinho. E assim foi o penoso prolongamento, tornando inevitável os penáltis da glória lusitana.

Portugal 0 - Argentina 0

(5-4 nas grandes penalidades)

Local: Estádio Jaime Morón León, em Cartagena (Colômbia).

Árbitro: Peter O'Leary (Nova Zelândia)

Portugal: Mika; Cédric, Roderick, Nuno Reis e Luís Martins (Tiago Ferreira, 120); Pelé, Danilo e Júlio Alves (Saná, 69); Sérgio Oliveira, Nélson Oliveira e Caetano (Rafael Lopes, 94). Treinador: Ilídio Vale.

Argentina: Andrada; Nervo, Pirez, Galeano eTagliafico; Pereyra (Vuletich, 98), Battaglia, Laba e Lamela; Ferreyra (Iturbe, 60) e Luque (Ruiz, 81). Treinador: Walter Perazzo.

Amarelos: Pirez (31), Nélson Oliveira (50), Luque (65), Saná (88), Battaglia (nos penáltis).

Marcha nos penáltis - 1-0, Nuno Reis; 1-1, Lamela; 1-1, Danilo; 1-2, Iturbe; 1-2, Roderick; 1-3, Nervo; 2-3, Rafael Lopes; 2-3, Pirez; 3-3, Nélson Oliveira; 3-3, Ruiz; 4-3, Tiago Ferreira; 4-4, Vuletich; 5-4, Sérgio Oliveira; 5-4, Tagliafico.