Desporto

Presidente da Académica garante que não irá ser construído novo estádio

Presidente da Académica garante que não irá ser construído novo estádio

O actual presidente da Académica e candidato à presidência a novo mandato, José Eduardo Simões, garantiu hoje que "não irá ser construído um novo estádio de futebol", ao contrário de uma promessa que fez há três anos.

"A prioridade agora está na reabilitação do pavilhão Jorge Anjinho e de dois campos de futebol, um de sete, sintético, e outro de futebol de onze, relvado", revelou José Eduardo Simões durante uma sessão de esclarecimento na sede da claque Mancha Negra, no âmbito da campanha em curso para a eleição de novos corpos gerentes.

José Eduardo Simões, que tem como único concorrente Maló de Abreu, justificou o recuo no projecto de construção de um novo estádio com a difícil conjuntura económica.

O presidente da Académica afirmou ainda que não admitirá interferências da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) na gestão do estádio: "Se houver alguma interferência por parte da edilidade no sentido de querer gerir o estádio, demitir-me-ei imediatamente da presidência do clube".

Apesar de ser municipal, o estádio Cidade de Coimbra é gerido actualmente pela Académica, sendo que o contrato em vigor entre esta e a CMC expira em 2014, podendo ser renovado se as duas partes assim o entenderem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG