Futebol

Presidente do Paris Saint-Germain novamente absolvido no FIFAGate

Presidente do Paris Saint-Germain novamente absolvido no FIFAGate

Justiça suíça voltou a absolver Nasser al-Khelaifi no caso de corrupção sobre a aquisição dos direitos televisivos dos Mundiais de 2026 e 2030 por parte do grupo televisivo que lidera

Nasser al-Khelaifi, presidente do Paris Saint-Germain e do BeIn Media Group, era acusado de concorrência desleal agravada pelo Ministério Público da Suíça, que pedia 28 meses de prisão para o empresário do Qatar, mas voltou a ser absolvido, tal como já havia acontecido em 2020.

"O nosso cliente foi absolvido pela segunda vez neste caso. Esta é mais uma vitória muito importante, obtida, desta vez, perante a mais alta instância da justiça suíça", declarou Grégoire Mangeat, advogado suíço do presidente do PSG, citada pelo "L'Equipe".

Este caso envolveu ainda Jérôme Valcke, antigo número 2 da FIFA, que foi punido com 11 meses de prisão suspensa, e o grego Konstantinos Nteriq, que foi sentenciado a dez meses de pena suspensa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG