Liga Europa

Presidente do Steaua pede desculpa ao Vitória

Presidente do Steaua pede desculpa ao Vitória

Gigi Becali tinha afirmado que cortaria a cabeça caso a equipa romena sofresse algum golo do V. Guimarães na segunda mão do "play-off" e, este quinta-feira na Cidade Berço, fez "mea culpa" e elogiou a equipa portuguesa. Mas voltou a ser polémico quanto baste.

"Quero pedir desculpa ao V. Guimarães, não pensei que fossem a equipa que são", afirmou o patrão do Steaua após o final do encontro em que os vimaranenses garantiram a presença na fase de grupos da Liga Europa. As palavras proferidas na semana passada não foram esquecidas pelos jogadores minhotos que, na celebração do golo de Tapsoba, fizeram um gesto de decapitação de olhos postos na bancada presidencial.

Mas Becali tinha mais uma polémica - ou várias - guardada na "manga". Furioso com adeus às competições europeias, não poupou jogadores e treinador do clube que preside.

"Foi pobre, pobre. Temos uma equipa de rapazolas e não de homens. Faltou coragem. Devia ter-me envolvido mais, deixei tudo nas mãos do treinador e foi esta porcaria. Sou culpado por isso, porque me afastei depois de o Ilie Dumitrescu ter dito que eu não era treinador. Ninguém [fica]. O Coman nem de borla, o Tanase está com quatro ou cinco quilos a mais... Fomos tão fracos, parecia que estávamos a dormir", afirmou o dirigente romeno, que anunciou uma limpeza de balneário.

"Quem tiver de ir embora, vai embora. Marc sai, Poles sai, Belu, o Salomão. Temos muitos jogadores e o que é que querem que faça agora com eles?", questionou.