Covid-19

Prijovic condenado a três meses de prisão domiciliária

Prijovic condenado a três meses de prisão domiciliária

O internacional sérvio Aleksandar Prijovic foi condenado a três meses de prisão domiciliária, depois de violar o horário de recolhimento obrigatório imposto no país, como forma de conter a pandemia da Covid-19.

Segundo a agência Tanjuq, que cita fonte da Procuradoria de Belgrado, o jogador dos sauditas do Ittihad foi condenado por "incumprimento das regras sanitárias vigentes durante a pandemia".

Prijovic, de 29 anos, foi detido na sexta-feira num hotel de Belgrado quando se encontrava em convívio com mais 19 pessoas.

Na Sérvia, foi imposto o recolher obrigatório entre as 17 horas e as 5 horas e é proibido juntarem-se mais de cinco pessoas em espaços interiores e duas no exterior, como medidas de combate à propagação do coronavírus. No país, já se registaram até este domingo 1.624 casos positivos e 44 mortos.

Outras Notícias