Futebol

Proença garante que a Liga vai "continuar a ser implacável" no licenciamento dos clubes

Proença garante que a Liga vai "continuar a ser implacável" no licenciamento dos clubes

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) vai continuar a "ser implacável" no licenciamento das competições e "exigente" nos modelos financeiros que regem as sociedades desportivas, garantiu, esta quarta-feira, o presidente Pedro Proença.

"Continuaremos a ser implacáveis quanto ao licenciamento das competições profissionais e exigentes nas infraestruturas e nos modelos financeiros que regem hoje as sociedades desportivas", referiu Proença, na abertura das Jornadas Anuais 2021-22 da LPFP, que decorrem no auditório do Estádio José Alvalade, em Lisboa.

O presidente da Liga de clubes assegurou que o novo Manual de Licenciamento "segue as boas práticas internacionais", nomeadamente o novo modelo de sustentabilidade da UEFA, que limita os gastos com salários, transferências e taxas de empresários a 70% das receitas dos clubes.

Pedro Proença considerou que o "futebol em Portugal vive uma alteração clara e objetiva do paradigma" na qual se inclui o "modelo de centralização dos direitos audiovisuais" que a Liga está a discutir.

O presidente da LPFP classificou as Jornadas Anuais como "um projeto essencial para o crescimento sustentável", que ao longo de oito meses juntou vários grupos de trabalho em nove temas: competições, conteúdos e media, marketing, financeiro, jurídico, prevenção e segurança, tecnologia, responsabilidade social e planeamento estratégico.

Na abertura das Jornadas, nas quais estão representadas as 34 Sociedades Anónimas Desportivas (SAD) das duas competições profissionais, Pedro Proença lembrou que o futebol "é responsável por 0,25% do PIB e pelo pagamento de impostos de 190 milhões", dados que, considerou, "obrigam a indústria a refletir e modernizar-se".

"Mantemo-nos focados na aposta da internacionalização da marca Liga Portugal, e não abdicaremos do combate à violência, intolerância e xenofobia", disse Proença, lembrando que no próximo mês de novembro "a iniciativa Thinking Football proporcionará diversos debates em torno de temáticas estruturantes da indústria do futebol".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG