Mercado

PSG abre as portas a Neymar mas a saída não se afigura fácil

PSG abre as portas a Neymar mas a saída não se afigura fácil

De acordo com o portal "RMC Sport", o PSG comunicou a Neymar a intenção de o vender na atual janela de transferência, mas o internacional brasileiro promete não facilitar a vida ao campeão francês.

A possibilidade de Neymar deixar Paris este verão vinha sendo comentada nos bastidores praticamente desde que a temporada passada encerrou em França.

O próprio jogador chegou a abordar a questão, revelando, em maio, ao "Canal+", a intenção de continuar em Paris. "Quero jogar bem, ganhar a Liga dos Campeões e o Mundial. Essas são as minhas ambições para a próxima temporada. Tenho contrato com o PSG, não há escolha. Vai ser aí", disse.

No entanto, nos últimos dias, as portas do Parque dos Príncipes começaram a estreitar-se para o craque brasileiro. O dono do clube, Nasser Al-Khelaifi, revelou, em entrevista ao "Le Parisien", que espera que "todos os jogadores façam muito mais" na próxima época, quando questionado sobre o futuro de Neymar.

O brasileiro não terá gostado do "recado" do presidente do PSG e mostrou abertura a uma possível mudança, mas esse será um cenário complexo de se realizar.

O elevado ordenado que Neymar aufere em Paris é um entrave para muitos dos possíveis pretendentes, sobretudo porque o internacional "canarinho" não está disposto a abrir mão das verbas que tem contratualizadas com o PSG, num vínculo que expira apenas em 2025.

O diário espanhol "El País" revela que a "dispensa" de Neymar teve o aval do companheiro de ataque Kylian Mbappé, que ganhou voz ativa na política desportiva dos parisienses aquando da recente renovação do contrato até 2025. As justificações vão desde o baixo rendimento desportivo à pouca predisposição do brasileiro em treinar nos limites.

PUB

Neymar, atualmente com 30 anos, foi o primeiro grande reforço da era Nasser Al-Khelaifi, que pagou pela sua contratação 222 milhões de euros ao Barcelona, em 2017. Com uma cláusula de rescisão avaliada em 400 milhões de euros, marcou precisamente 100 golos com a camisola do PSG.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG