Tóquio 2020

Queniano Mark Odhiambo é o primeiro caso de doping nos Jogos

Queniano Mark Odhiambo é o primeiro caso de doping nos Jogos

O atleta queniano Mark Odhiambo teve um controlo antidoping positivo durante os Jogos Olímpicos, o que faz do velocista o primeiro caso de doping em Tóquio 2020, informou este sábado o organismo responsável pelo programa de testes.

Segundo a Agência de Testagem Internacional (ITA), Odhiambo acusou positivo a um esteroide, na sequência de um controlo antidoping efetuado na quarta-feira, e foi suspenso provisoriamente, a poucas horas de competir nas eliminatórias dos 100 metros.

Odhiambo, de 28 anos, que já recorreu para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), é o segundo atleta queniano a ter um controlo antidoping positivo durante os Jogos Olímpicos, depois do compatriota Simon Kemboi, excluído de Sydney2000 antes de disputar a estafeta 4x400 metros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG