Espanha

Real Madrid cede empate caseiro e deixa Sevilha aproximar-se

Real Madrid cede empate caseiro e deixa Sevilha aproximar-se

O líder Real Madrid cedeu, este domingo, um surpreendente empate (0-0) caseiro perante o Cádiz, penúltimo classificado, resultado que deixa o Sevilha, segundo posicionado, mais perto dos 'merengues', na 18.ª jornada da Liga espanhola.

O nulo colocou fim a uma série de 10 jogos seguidos da formação de Madrid a vencer em todas as provas, sete para o campeonato, e fez renascer as esperanças do Sevilha, que, no sábado, bateu em casa o campeão Atlético Madrid, por 2-1. A equipa de Julen Lopetegui (antigo técnico do F. C. Porto) está agora a seis pontos da frente, com menos um encontro disputado.

Ao Real Madrid de nada valeu os 82% de posse bola em todo o encontro, perante um Cádiz que 'sobreviveu' aos sucessivos ataques da equipa da casa, com destaque para o guardião argentino Ledesma, que terminou o jogo com nove defesas a remates de jogadores 'merengues'.

Mesmo com este empate 'valioso', o Cádiz caiu para o penúltimo lugar, com 14 pontos, devido ao triunfo do Getafe na receção ao Osasuna (1-0). A formação de Quique Flores (ex-Benfica) passou a somar 15, no antepenúltimo posto.

A ronda decorreu praticamente na perfeição para o Sevilha, já que, além de ter ficado mais perto do Real Madrid, reforçou também o segundo lugar, devido ao desaire do vizinho e eterno rival Bétis, terceiro, no País Basco, perante o Athletic Bilbau (3-2).

De Marcos marcou tarde, aos 89 minutos, o golo da vitória do emblema basco, numa partida em que o guarda-redes Rui Silva e o médio William Carvalho foram titulares na formação forasteira.

O Granada, com Luís Maximiano na baliza e Domingos Duarte a recuperar de lesão, passou a 'respirar' um bocadinho melhor (subiu ao 15.º posto, quatro pontos acima da zona de despromoção) com uma goleada caseira sobre o Maiorca (4-1), em dia de recorde.

PUB

Jorge Molina marcou três golos para a equipa da casa e, aos 39 anos e 241 dias, passou a ser o jogador mais velho na história da "La Liga" a assinar um hat-trick, sucedendo a Joaquin, ainda em atividade no Bétis, que tinha alcançado esse feito com 38 anos e 140 dias.

A jornada termina na segunda-feira, com o Levante, último classificado, a receber o Valência, de Thierry Correia e Gonçalo Guedes, no dérbi dessa região.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG