Desporto

Real Madrid goleia com "hat-trick" de Ronaldo

Real Madrid goleia com "hat-trick" de Ronaldo

O Real Madrid voltou, este sábado, aos triunfos na Liga espanhola de futebol, ao golear (6-2) na receção ao Rayo Vallecano, num encontro da quinta jornada marcado pelo "hat-trick" de Cristiano Ronaldo e pela expulsão de Di Maria.

No Estádio Santiago Bernabéu, o capitão da selecção portuguesa, que já tinha marcado por quatro vezes na prova, foi a grande figura da equipa merengue, ao marcar por duas vezes de grande penalidade (50 e 83 minutos) e num remate forte (38), num tento que na altura deu a igualdade à formação de José Mourinho.

Sem Pepe, Fábio Coentrão e Ricardo Carvalho, todos lesionados, o Real Madrid praticamente iniciou a partida a perder, graças a um golo de Michu na primeira jogada do encontro, num lance com responsabilidades para o guarda-redes Casillas.

Depois da igualdade de Ronaldo, a reviravolta no marcador ficou consumada pelo argentino Higuaín, em cima do intervalo.

Na segunda parte, o avançado português voltou a marcar, aproveitando um derrube a Kaká na grande área, mas o Rayo Vallecano, que regressou este ano ao principal escalão, ainda respondeu, novamente por Michu (54 minutos).

Logo de seguida, Di Maria viu o segundo cartão amarelo, deixou a sua equipa a jogar com apenas 10 unidades, mas foi após a exclusão do extremo argentino que o Real Madrid, inesperadamente, construiu a goleada.

O central francês Varane, jogador de apenas 18 anos que rendeu Carvalho no "onze", marcou aos 67 minutos, Benzema aumentou a vantagem aos 73 e Ronaldo fechou a goleada.

Com este triunfo, o Real Madrid subiu provisoriamente ao terceiro lugar, com 10 pontos, mas pode ser ultrapassado pelo rival FC Barcelona, que recebe ainda hoje o Atlético Madrid.

Antes, o FC Sevilha subiu ao segundo lugar, com 11 pontos, após vencer em casa o Valência, por 1-0, graças um golo solitário de Kanouté, aos 18 minutos.

O encontro, no qual o Valência alinhou sem os portugueses Miguel e Ricardo Costa, teve duas expulsões para os sevilhanos e uma para a equipa "che".