O Jogo ao Vivo

Quénia

Recordista mundial queniana encontrada morta em casa

Recordista mundial queniana encontrada morta em casa

A recordista mundial, Agnes Tirop, foi encontrada morta, esta quarta-feira, em casa na cidade de Iten, no Quénia.

Até ao momento, ainda não foram confirmadas as circunstâncias da morte e o caso está a ser investigado pela polícia do Quénia. A Federação de Atletismo do Quénia adianta porém, num comunicado, que o principal suspeito da morte da atleta é o seu marido.

"O Quénia perdeu uma joia, um dos gigantes do atletismo em ascensão mais rápida no cenário internacional", reagiu a Federação de Atletismo do Quénia, no comunicado, onde prestou condolências à família e amigos.

PUB

Com apenas 25 anos, a profissional de atletismo bateu o recorde mundial feminino na corrida de 10 mil metros, no mês passado, na Alemanha. Anteriormente, já tinha ganho cinco medalhas de ouro, três medalhas de prata e medalhas de bronze, entre os anos 2012 e 2019.

Nos jogos olímpicos de Tóquio, Agnes Tirop ficou em quarto lugar, atras da medalhista bronze da Etiópia, Gudaf Tsegay, por apenas 0.75 segundos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG