Ciclismo

Remco Evenepoel na Volta ao Algarve

Remco Evenepoel na Volta ao Algarve

O belga, da Quick-Step/Alpha Vinyl, volta a participar na prova, depois de ter sido o vencedor da edição de 2020. A competição estará na estrada de 16 a 20 de fevereiro.

O belga Remco Evenepoel (Quick-Step/Alpha Vinyl), uma das grandes estrelas do ciclismo mundial, vai marcar presença na edição deste ano da Volta ao Algarve e terá como colegas de equipa o Yves Lampaert e o nerlandês Fábio Jakobsen.

Na sua primeira e única participação na Volta ao Algarve, correndo pela Deceuninck/Quick-Step, Remco Evenepoel venceu a segunda etapa que finalizou no Alto da Fóia, em Monchique, envergando a camisola amarela que nunca mais a despiu. Pelo meio ganhou ainda a quinta e última etapa, um contrarrelógio individual com partida e chegada a Lagoa, na distância de 20,3 quilómetros, e foi terceiro no Alto do Malhão. Além da vitória na classificação geral individual, conseguiu ainda o triunfo na classificação da juventude e foi segundo na montanha.

Profissional desde 2019, sempre integrando a estrutura dirigida por Patrick Lefever, Remco Evenepoel, ex-companheiro do português João Almeida, conta já com vitórias nas Voltas à Polónia, Burgos, San Juan (Argentina), Baloise Tour (Bélgica) e clássica de San Sebastián, tendo em 2019 sido 2º no Campeonato do Mundo de contrarrelógio, atrás do australiano Rohan Dennis.

Quanto a Fabio Jakobsen, esteve presente nas três últimas edições da Volta ao Algarve, tendo em 2019 e 2020 ganho a primeira etapa com final numa longa reta em Lagos, envergando também a camisola amarela. No final da tirada de 2020, Jakobsen disse: "Lagos é a minha cidade da sorte em Portugal. Adoro Lagos".

No ano passado a sua presença foi mais discreta já que regressava de uma longa paragem depois da queda na primeira etapa da Volta à Polónia, em 1 de agosto de 2020, provocada pelo seu compatriota Dylan Groenewegen (Jumbo/Visma) que levou à sua expulsão da prova e ao afastamento de Jakobsen do ciclismo face à grave lesão que sofreu.

Para além dos três corredores da Quick-Step/Alpha Vinyl, que iniciam a época na Volta à Comunidade Valenciana (Espanha) que se disputa entre 2 e 6 de fevereiro, o site procyclingstats.com revela que na Volta ao Algarve vão estar também presentes Gianni Moscon/ITA (Astana), Christophe Laporte/FRA (Team Jumbo/Visma), Alex Kirsch/NED e Juan Pedro Lopez/ESP (Trek/Segafredo) em representação das equipas UCI World Team, que no total serão dez.

PUB

Das cinco equipas UCI Pro Team, é conhecido o nome de Gavin Mannion/USA da Human Powered Heath, antiga Rally Cycling, que faz das provas portuguesas uma constante presença. Às 15 formações estrangeiras vão juntar-se as dez UCI Continental Team portuguesas.

A edição de 2022 da Volta ao Algarve conta com um traçado que no último dia terá dose dupla no Alto do Malhão (Loulé) e um contrarrelógio individual de 32,2 quilómetros entre Vila Real de Santo António e Tavira, destinado a especialistas do crono, que se disputou pela última vez em 2004, mas com somente 24 quilómetros e que terminou com a vitória de Lance Armstrong (USPostal Service).

Etapas da 48.ª Volta ao Algarve:

16 fev: 1.ª etapa: Portimão -- Lagos, 199,1 km

17 fev: 2.ª etapa: Albufeira -- Fóia (Monchique), 182,4 km

18 fev: 3.ª etapa: Almodôvar -- Faro, 209,1 km

19 fev: 4.ª etapa: Vila Real de Santo António -- Tavira, 32,2 km (CRI)

20 fev: 5.ª etapa: Lagoa -- Malhão (Loulé), 173 km

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG