Desporto

Rescisão de jogadores da União de Leiria "é um caso de polícia"

Rescisão de jogadores da União de Leiria "é um caso de polícia"

O presidente da SAD da União de Leiria não se conforma com a rescisão de 16 jogadores do plantel principal e levanta suspeitas sobre a forma como o processo se desenrolou. "É um caso de polícia, investiguem", disse aos jornalistas após a assembleia-geral da SAD do clube. João Bartolomeu afirma que, por ele, o clube abandonava a competição profissional.

No final da reunião da SAD, na Marinha Grande, João Bartolmeu garantiu aos jornalistas que estava em curso um processo negocial e que até já teria chegado a acordo com os jogadores para que fossem pagos os salários de Janeiro, Fevereiro e Março aos atletas.

Bartolomeu disse ainda que soube da rescisão pela comunicação social e que a presença da equipa no próximo jogo ainda terá de ser analisada.

16 elementos do plantel da União de Leiria anunciaram, esta sexta-feira à noite, a rescisão do contrato com o clube.