Futsal

Ricardinho adia decisão de participar no Europeu para daqui a duas semanas

Ricardinho adia decisão de participar no Europeu para daqui a duas semanas

O campeão do Mundo, por Portugal, Ricardinho deixou em aberto a decisão sobre a participação no próximo Campeonato da Europa para daqui a duas semanas, num dia em que foi homenageado pela Câmara Municipal de Gondomar.

"Essa notícia vai ser dada dentro de duas semanas, preferia não estar a falar já sobre esse assunto porque é ainda um tema muito sensível. Durante esse tempo vai haver uma mistura grande de ideias, dúvidas e certezas e tenho que entender o corpo", afirmou o ala de 36 anos, acrescentando que vai falar com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) porque quer "estar na seleção sendo útil e não ser apenas mais um atleta", já que o "nome não joga".

Numa cerimónia com cerca de uma centena de pessoas na assistência, Ricardinho subiu ao palco emocionado para receber Medalha de Honra do Município e agradeceu à família e aos dois primeiros treinadores - o de futebol e de futsal --, entregando ao seu pai a medalha de ouro conquistada na Lituânia no dia 3 de outubro.

"A minha mãe sempre foi a líder da casa, fez-me aprender muitas vezes sozinho qual o caminho do sucesso. A palavra mais forte vai para o meu pai: inconscientemente foi a pessoa que mais me inspirou para superar a batalha de uma lesão muito forte no tendão com 36 anos, em que muita gente dizia que estava acabado, e o meu pai fez-me acreditar que era possível", revelou.

"O meu pai perdeu uma perna há muitos anos, continuou e lutou pela vida, adaptou-se e foi isso que fiz: adaptar-me para ser o Ricardinho que sou agora. Não ia ser o driblador, o do 'cabrito', dos golos impossíveis, mas fui batalhador, dei tudo pelo país e sou orgulhosamente português e gondomarense", prosseguiu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG