Futebol

Ricardo Costa sai do Boavista após "atentado à integridade física"

Ricardo Costa sai do Boavista após "atentado à integridade física"

O Boavista anunciou, esta sexta-feira à tarde, que Ricardo Costa deixou de ser diretor desportivo do futebol profissional e que será substituído por Fary Faye. O ex-jogador pediu a demissão após ter sido, alegadamente, agredido física e verbalmente por adeptos no treino de quinta-feira.

"A Boavista FC, Futebol SAD comunica que Ricardo Costa cessou as funções de Diretor Desportivo para a área do Futebol Profissional, num cargo que passará a ser ocupado por Fary Faye. O Boavista FC agradece a Ricardo Costa todo o empenho, profissionalismo e dedicação com que serviu este símbolo", avançou o clube em comunicado.

Ricardo Costa, também em comunicado, relatou as razões que o levaram a abandonar o cargo. "Hoje abandonei as minhas funções no Boavista FC após um atentado à minha integridade física no dia de ontem [quinta-feira], durante o treino da equipa, por adeptos do clube e já depois de sucessivas ameaças. Não reúno mais condições para continuar no cargo", avançou o ex-jogador.

"Desejo o melhor à equipa técnica, aos meus atletas e ao clube, pelo qual sempre tive grande estima e respeito", completou Ricardo Costa, que tinha assumido o cargo em agosto passado, depois de ter colocado um ponto final na carreira.

Fonte da SAD axadrezada salientou, ao JN, que o "Boavista condena e continuará a condenar todo e qualquer ato de violência".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG