Futebol

Ricardo Soares: "Sabíamos que o F. C. Porto vinha ferido"

Ricardo Soares: "Sabíamos que o F. C. Porto vinha ferido"

O treinador do Gil Vicente afirmou, este sábado, que sofrer um golo logo no início do jogo com o F. C. Porto "deitou a estratégia por terra" e mostrou-se orgulhoso pela exibição dos gilistas na segunda parte.

"Sofremos novamente um golo ao começar o jogo e isso deitou por terra qualquer estratégia. Sabíamos que o F. C. Porto vinha ferido, ia entrar forte e foi o que aconteceu. Tivemos muitas dificuldades nos primeiros 20 minutos. O F. C. Porto fez uma circulação rápida, numa relva fantástica. Atacou-nos facilmente a profundidade, colocou-nos numa zona que não é normal para nós, levar tantas bolas nas costas. Ganharam alguns cantos e num desses cantos, numa segunda bola, fizeram golo. A seguir aos 25, 30 minutos, ajustámos. Estivemos melhor nos últimos 15 minutos", começou por dizer Ricardo Soares, salientando que, na segunda parte, o Gil Vicente fez uma exibição "mais equilibrada".

"Na segunda parte, alterámos posicional e estrategicamente o plano de jogo, fomos mais pressionantes, dificultámos. Entrámos muito bem. Mantivemos o equilíbrio, serenidade, fomos à procura do golo. Não surgiu, mas estou contente com o que fizemos, especialmente na segunda parte. O F. C. Porto faz uma pressão forte no corredor e tínhamos de atrair e rapidamente tirar a bola para o lado contrário, para acelerar e aí sim, o F. C. Porto ia ter dificuldades em pressionar o portador. Não o fizemos como devíamos. Mas na segunda parte foi diferente, mostrámos segurança e equilíbrio. É certo que não criámos assim tantas oportunidades, mas penso que demos uma boa resposta", concluiu.

O F. C. Porto venceu (2-0), este sábado, o Gil Vicente, em Barcelos, na 22.ª jornada da Liga. Uribe e Sérgio Oliveira marcaram os golos dos azuis e brancos, num jogo marcado pelas lesões de Pepe e Corona.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG