Futebol

Ricardo Soares, treinador do Gil Vicente: "A maior responsabilidade é do F. C. Porto"

Ricardo Soares, treinador do Gil Vicente: "A maior responsabilidade é do F. C. Porto"

O treinador do Gil Vicente, Ricardo Soares, salientou esta quinta-feira que o F. C. Porto tem "maiores responsabilidades" na partida de sexta-feira, dos quartos de final da Taça de Portugal.

Apesar de assumir a ambição de seguir para a próxima fase da competição, o técnico dos barcelenses lembrou que para o Gil Vicente "a prioridade da época é o campeonato", no qual a equipa segue no 16.º posto, com 13 pontos, e perto dos lugares de despromoção.

"Chegamos a esta fase da Taça e temos a responsabilidades de dar o máximo e ajudar a que seja um grande jogo. Mas a maior responsabilidade é do F. C. Porto, porque para nós a prioridade é o campeonato", disse Ricardo Soares.

O treinador do Gil Vicente prometeu, ainda assim, uma equipa "que tudo fará para vencer", e que "não será surpreendida por um F. C. Porto de qualidade", falando de um adversário "com um plantel extenso que pode fazer gestão sem perder competitividade"

"Sabemos bem o que nos espera. Um F. C. Porto de vertigem e virado para o ataque. Mas os jogadores estão preparados para dar uma boa resposta. Queremos fazer um bom jogo até porque um resultado positivo pode dar-nos mais confiança para conseguirmos melhorar", vincou o técnico.

Nestas circunstâncias, Ricardo Soares admitiu fazer algumas alterações na equipa que tem vindo a utilizar na Liga, até porque lembrou que a carga de jogos a que grupo tem sido sujeito "é intensa".

"Queremos muito a manutenção [na Liga] e sabemos que o campeonato é muito competitivo. Temos jogado de três em três dias, e o nosso plantel é curto. Atendendo às circunstâncias atuais, nomeadamente com a covid-19, temos de ter mais cuidado na gestão para não correr riscos. Os que jogarem serão, certamente, os mais capazes para este desafio", desabafou o técnico gilista.

PUB

À margem do jogo, Ricardo Soares abordou o atual momento de pandemia e lembrou que também ele já esteve infetado com covid-19, mas considerou que as competições de futebol "não podem parar", enviando uma saudação especial para o treinador do Benfica.

"Não quero que isto pare, de maneira nenhuma. Vivemos uma situação anormal, mas quero continuar a jogar. Já passei por problemas com a doença e quero dar força a quem passa pelo mesmo e a quem perdeu familiares. Aproveito também para deixar um abraço ao Jorge Jesus, que possa recuperar rápido, e a todos os que estão na mesma situação", completou Ricardo Soares.

O Gil Vicente recebe esta sexta-feira o F. C. Porto, em jogo dos quartos de final da Taça de Portugal, agendado para as 20.45 horas, que terá arbitragem de Rui Costa, do Porto.

Mais Notícias