Rali de Portugal

Ricardo Teodósio vence CPR e Armindo Araújo alarga vantagem

Ricardo Teodósio vence CPR e Armindo Araújo alarga vantagem

A nona especial do Rali de Portugal estabeleceu as contas finais para o Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) e o triunfo acabou por sorrir a Ricardo Teodósio, em Hyundai, que somou o primeiro sucesso no maior evento automobilístico do país. Dois furos tiraram Armindo Araújo da corrida pelo triunfo, mas o piloto da Skoda acabou por aumentar a vantagem no topo da classificação do CPR.

"É uma experiência nova. Nunca tínhamos ganhado o Rali de Portugal e, desta vez, tivemos um pouco de sorte que nos faltou em outras provas. Agora, vamos continuar para tentarmos ser a melhor dupla portuguesa no final da prova", afirmou Ricardo Teodósio.

Por seu lado, Armindo Araújo falou de um "resultado final extremamente positivo". "Claro que o objetivo era ganhar, mas com dois furos em duas classificativas seguidas foi impossível. Mas reforçámos a vantagem para o segundo e terceiro classificados do campeonato e, agora, não temos nada a perder. Vou atacar nos dois últimos dias para sermos os melhores portugueses", acrescentou o piloto de Santo Tirso.

Armindo Araújo passa a somar 95 pontos no CPR, mais 15 do que Miguel Correia (Skoda), enquanto José Pedro Fontes (Citroen) é terceiro, com 55. Bruno Magalhães (Hyundai) tem 54 e Ricardo Teodósio 38.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG