Benfica

Schmidt elogia Ricardo Horta e diz que o futuro de Weigl depende do jogador

Schmidt elogia Ricardo Horta e diz que o futuro de Weigl depende do jogador

Roger Schmidt, técnico dos encarnados, assumiu esta segunda-feira que a contratação de Ricardo Horta melhoraria a equipa e deixou o futuro de Weigl nas mãos do jogador. Germânico assumiu que o F. C. Porto mereceu vencer o título.

Depois do primeiro treino no Seixal, Roger Schmidt estreou-se nas conferências de imprensa na Luz e assumiu a sua posição sobre alguns dossiês relevantes para a formação do plantel.

O alemão elogiou Ricardo Horta, atacante do Sp. Braga que as águias desejam garantir.

"É um grande jogador. Não é do Benfica e não tenho a certeza que o consigamos contratar. Acredito que seria uma melhoria para a equipa, mas vamos ver o que sucede nas próximas semanas", assumiu o responsável, que também deixou vincado que o futuro de Weigl, médio que pode deixar o clube, só depende do atleta.

"É um jogador muito experiente e mostrou na Alemanha que pode ser de topo. Mas, no fim, ficar ou não é uma decisão do jogador. Estou disponível e focado no trabalho diário. Julian é um bom jogador, boa pessoa e veremos o que vai acontecer", acentuou.

O técnico desvaloriza a "pressão" por treinar o Benfica e aponta a necessidade de ter um conjunto que orgulha os adeptos." Temos de ser uma equipa de luta, vencedora e capaz de ganhar títulos", destacou.

Por outro lado, não hesitou em elogiar os oponentes."O F. C. Porto conseguiu muitos pontos na época passada e mereceu ser campeão. Sporting foi segundo, mas isso é passado. E no futebol tens sempre de olhar em frente. A próxima época dá uma nova oportunidade para trabalhar duro e estarmos prontos para lutar por títulos", sustentou.

PUB

Roger Schmidt, que surgiu na sala de imprensa junto a Rui Costa e Lourenço Coelho, assumiu ainda que o atual plantel lhe garante a possibilidade de aplicar o seu sistema, embora também revele abertura para admitir mudanças.

Sobre a composição do grupo revelou que "não é possível ter uma equipa com 40 jogadores". Trabalha atualmente com 25, mas o regresso dos sete internacionais, vai originar "ajustamentos na próxima semana"

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG