Rio 2016

Roubada medalha de ouro a atleta dos Jogos Olímpicos

Roubada medalha de ouro a atleta dos Jogos Olímpicos

O esgrimista italiano Daniele Garozzo revelou, esta quinta-feira, que a medalha de ouro que conquistou nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro foi roubada durante uma viagem de comboio a Turim.

Segundo declarações do atleta de 24 anos ao diário "La Repubblica", Garozzo encontrou a mochila onde tinha guardado a medalha "meio aberta", depois de ter dormido durante cerca de uma hora.

Garozzo, que já denunciou o caso às autoridades italianas, viajava para Turim para entregar a medalha ao museu da Juventus, clube de que é adepto.

"Espero que possam encontrar a medalha. Não pelo valor comercial, mas pelo valor afetivo. Gostava de a poder mostrar, um dia, ao meu filho", confessou o atleta.

Daniele Garozzo encontra-se em Tóquio, Japão, a disputar a Taça do Mundo de florete (uma das três armas utilizadas na esgrima), modalidade em que é campeão olímpico, depois de ter batido, no Rio de Janeiro, o norte-americano Alexander Massialas por 15-11.

A vitória no Brasil permitiu à Itália recuperar um título que lhe escapava há 20 anos, desde os Jogos de Atlanta de 1996, que consagraram Alessandro Puccini.

Outras Notícias