Futebol

Rúben Amorim e a expulsão: "Fiquei revoltado com a dualidade de critério"

Rúben Amorim e a expulsão: "Fiquei revoltado com a dualidade de critério"

O treinador do Sporting afirmou, este sábado, que o Sporting tem "tido azar com o VAR" e que a arbitragem teve influência no resultado.

"Faço mea culpa, pois não devia ter dito o que disse. Mas oiço aquilo todas as semanas e, momentos antes, ouviu-se pior do outro lado. Mas os treinadores não podem dizer estas coisas. Aceito qualquer punição e castigo, já estou habituado. O que me revoltou foi a dualidade. Mas estamos sempre a aprender e crescer", referiu o treinador dos leões, referindo ainda que "a arbitragem acabou por ter influência no resultado".

"Temos tido azar com o VAR. No ano passado, em Moreira de Cónegos, um jogador nosso foi agarrado e não houve nada. Hoje igual. A arbitragem teve influência no marcador, mas não no decorrer do jogo. Esse foi sempre nosso. Os jogadores estão de parabéns. Tirando alguns minutos da segunda parte, o Sporting foi a melhor equipa. Fizemos um bom jogo, tivemos oportunidades para marcar na cara do guarda-redes, não soubemos perceber onde estava o espaço, mas faz parte do crescimento. Se tivéssemos perdido, diria a mesma coisa. Temos que ser leões para semana. Ao empatar com o F. C. Porto, perdemos dois pontos", concluiu.

Sporting e F. C. Porto empataram (2-2), este sábado, em Alvalade na quarta jornada da Liga. Rúben Amorim foi expulso no final da primeira parte.

Outras Notícias