Sporting

Ruben Amorim: "É bom prolongar as coisas"

Ruben Amorim: "É bom prolongar as coisas"

O treinador do Sporting admitiu que poder encurtar a distância para o F. C. Porto foi "bom" mas que o importante é garantir o segundo lugar.

"A exigência no Sporting é sempre a mesma. Ajudou a relembrar a equipa que somos, que ganha e não sofre golos. Temos de pensar no que temos de fazer. A inspiração demora a voltar, mas controlámos o jogo. Faltou definir melhor e ter mais alguma intensidade. Fizemos os golos, tivemos oportunidades e fizemos um jogo competente. Derrota do F. C. Porto? Isso não muda nada a não ser a distância. É bom prolongar as coisas e encurtar as distâncias. Mas temos de nos focar em nós. A seguir temos jogo com o Gil Vicente, não muda assim tanto e temos de focar no segundo lugar que dá acesso à Champions e é muito importante para nós", começou por dizer, explicando a substituição de Coates.

"Estava a sentir um desconforto na perna e fez sinal para o banco. Ainda tentou aguentar um bocado, mas depois tivemos de o tirar. Ele estava bem, mas saiu por razões físicas", concluiu.

O Sporting venceu (3-0), esta segunda-feira, o Boavista em jogo a contar para a 31.ª jornada da Liga. Matheus Nunes, Rodrigo Abascal, na própria baliza, e Bruno Tabata marcaram os golos. Com este resultado, o clube de Alvalade ocupa o segundo lugar, com 76 pontos, a seis do líder F. C. Porto, e garantiu praticamente o acesso direto à próxima edição da Liga dos Campeões, uma vez que tem oito pontos de vantagem sobre o Benfica, terceiro, quando faltam apenas três jornadas para o fim do campeonato. Já o Boavista é 12.º classificado, com 33 pontos, praticamente a salvo da descida.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG