Taça de Portugal

"Não fomos felizes", diz Ruben Amorim

"Não fomos felizes", diz Ruben Amorim

Treinador do Sporting explicou que a segunda parte não correu bem aos leões.

"Na primeira parte estivemos bem. Não fomos felizes e não correu bem a segunda parte. Faltou velocidade, quando tivemos construção jogámos melhor. No primeiro tempo tivemos mais saídas que o F. C. Porto. Podíamos ter aguentado mais a bola mas não fomos felizes. A segunda parte não correu tão bem, sofremos, não conseguimos. É pensar no próximo jogo", começou por dizer Ruben Amorim.

O treinador do Sporting explicou que o jogo da primeira mão, em que os leões foram derrotados em Alvalade por 2-1, "foi o mais determinante", esclarecendo que na partida desta quinta-feira a equipa não conseguiu dar a volta. "É normal que tenha estas fases, todos os treinadores têm. É crescer com isso, não é bom para os adeptos, não é bom para o clube, nem para mim enquanto treinador e enquanto equipa que estava habituada a vencer títulos em que entrávamos. Faz parte desse crescimento. Obviamente não atravessamos um momento fácil, mas temos de assegurar o segundo lugar e preparar a próxima época porque vamos estar aí para a luta dos títulos", explicou.

Relativamente à ausência de Slimani, Amorim referiu que "foi opção técnica". "Os que treinam melhor jogam, é-me indiferente, posso arriscar o meu trabalho, eliminatórias, será assim até deixar de ser treinador. Não atravessamos um momento fácil, mas ainda temos de segurar o segundo lugar", acrescentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG