Sporting

Rúben Amorim: "Temos algumas dúvidas, o Jovane não joga, o Acuña também ainda não"

Rúben Amorim: "Temos algumas dúvidas, o Jovane não joga, o Acuña também ainda não"

Rúben Amorim, treinador do Sporting, avançou esta terça-feira que não poderá contar com Jovane Cabral e Acuña para a receção ao Gil Vicente, na quarta-feira, pelas 21.15 horas.

"A experiência do jogador tem sempre importância no jogo, mas também a irreverência da juventude. O Gil é uma equipa muito experiente, que está tranquila na tabela, tem jogadores que se querem mostrar, a irreverência e qualidade deles pode igualar as forças. Prevejo um bom jogo e que o Sporting possa ganhar", começou por analisar o técnico dos leões, na antevisão do encontro, avançando: "Temos algumas dúvidas também, o Jovane não joga, o Acuña também ainda não joga. Os outros jogadores têm que aproveitar, temos de contornar isso".

Rúben Amorim preferiu não desvendar que mexidas fará para colmatar as ausências. "Vamos ver amanhã, não vou dizer aqui quem será o substituto. Qualquer jogador que seja, estará preparado. Sobre o Joelson, depende dele, do momento do jogo, do que precisamos. Se precisarmos de um jogador com as caraterísticas do Joelson, estará preparado. Qualquer um dos nossos jogadores está preparado para entrar em campo", salientou.

Em caso de vitória, o Sporting ficará a apenas nove pontos do Benfica, mas o treinador leonino diz não estar focado na segunda posição. "Já foi dito várias vezes, não pensamos em lugares nenhuns, temos uma distância menor para o quarto classificado, sabemos que uma vitória e uma derrota podem mudar a forma como se vê as equipas, mas a nossa ideia não muda. Na fase em que estamos o foco é na nossa equipa, temos muito para melhorar", prosseguiu.

Sobre as declarações de Vítor Oliveira, treinador do Gil Vicente, a considerar difícil que os leões consigam lutar pelo título na época de 2020/21, o treinador sportinguista preferiu jogar à defesa. "Não acredito nem deixo de acreditar, esta equipa é capaz de vencer o Gil Vicente, se estiver bem dentro do jogo, com a fome que tem vindo a demonstrar. Este grupo está preparado para vencer o Gil Vicente. Nem eu sei, nem o mister Vítor Oliveira sabe [sobre a próxima época]. Há três jornadas poderiam dizer que o Jovane era um jogador que podia ser dispensado, agora não é assim. Ver jogadores tão novos é sempre entusiasmante, faz parte da nossa vida. Amanhã estão preparados para vencer o Gil Vicente", disse.

Também a saída de Bruno Lage do comando do Benfica mereceu um comentário de Rúben Amorim. "O futebol é isso mesmo, um dia é o mister Lage, outro dia serei eu. Boa sorte para ele, a vida continua, o foco é na nossa equipa, não olhamos para o lado, só se andássemos muito distraídos com o que tem sido o futebol português. É dar graças a Deus por não ser o nosso [clube]. Não vamos desviar as nossas atenções", finalizou.