Benfica

Rui Costa eleito presidente: "É o jogo mais difícil da minha vida"

Rui Costa eleito presidente: "É o jogo mais difícil da minha vida"

O ex-jogador, que foi este sábado eleito presidente do Benfica, destacou a grande afluência às urnas e salientou que o clube encarnado "sai mais forte" deste ato eleitoral.

"O grande vencedor desta eleição histórica foi o Benfica e a sua grandeza. Que grande dia à Benfica e que enorme resposta de orgulho e amor deram os nossos sócios. Tivemos a maior mobilização de sempre em Portugal. Ficou expressa a grandeza do nosso clube. Quero agradecer aos milhares de benfiquistas que uma vez mais fizeram questão de dizer presente. O Benfica sai bem mais forte depois deste processo eleitoral", começou por dizer Rui Costa, não esquecendo o ex-presidente Luís Filipe Vieira.

"Hoje, o Benfica falou e de forma inequívoca. Ao ser eleito com o maior número de votantes, tenho a clara noção das responsabilidades acrescidas. A partir de hoje, não há vencedores e vencidos. O único vencedor é o nosso Benfica. Hoje, viramos uma página na história do nosso clube, em que sucedo no cargo de presidente a Luís Filipe Vieira, cuja recuperação conseguida ao longo dos últimos 18 anos merece o melhor dos reconhecimentos. Amanhã, inicia-se um novo ciclo", acrescentou, destacando o amor pelo clube encarnado, que também considerou "família".

"Tenho cada vez mais orgulho de ser benfiquista. É o jogo mais difícil da minha vida. É um dia que me orgulha muito. Gostei do apoio de todos os benfiquistas e, perante o número de votantes, o maior vencedor foi o Benfica. O Benfica está vivo e sempre estará vivo. É um dia que marca a história do clube", disse mais tarde aos jornalistas.

Rui Costa é o novo líder máximo do universo benfiquista, depois de garantir uma vitória expressiva (84,5%) sobre Francisco Benitez (12,2%), nas mais concorridas eleições da história do clube. O antigo maestro da Luz foi aprovado por larga maioria dos sócios, sucedendo a Luís Filipe Vieira na Direção e, por inerência, no comando da SAD. Votos em branco ou nulos terão atingido os 3,3%.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG