Benfica

Rui Gomes da Silva ataca Vieira após eliminação da Champions

Rui Gomes da Silva ataca Vieira após eliminação da Champions

Rui Gomes da Silva, candidato à presidência do Benfica, considerou esta terça-feira que o atual presidente, Luís Filipe Vieira, não tem condições para continuar, após a eliminação na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Menos de uma hora após a derrota do Benfica em casa do PAOK Salónica, na terceira pré-eliminatória da Champions, inviabilizando a continuidade na luta para estar na competição milionária, Rui Gomes da Silva "exigiu" responsabilidades.

"Luís Filipe Vieira não tem condições para ir a eleições no Benfica. Nem ele nem qualquer membro da cúpula da SAD têm condições para continuar", disse Rui Gomes da Silva nas redes sociais.

O antigo vice-presidente do clube, que fez parte dos órgãos sociais liderados por Vieira num anterior mandato, lembrou o investimento feito para esta época, tornando numa "desilusão" a eliminação da Champions.

"Mais de 80 milhões de euros gastos em jogadores, mais de 12 milhões na equipa técnica, além de uma estrutura da SAD pesada e cara. A desilusão não me impede de ter a presença de espírito para saber o que fazer", disse, pedindo a saída dos atuais dirigentes.

Também o anunciado candidato às eleições Bruno Costa Carvalho manifestou nas redes sociais o desapontamento e, também, com críticas à direção em funções: "Andamos a brincar ao quê? Aos clubes de futebol?"

O empresário lembrou o falhanço na contratação de Cavani, criticou outras contratações e disse que o Benfica foi enviado para a competição dos clubes da segunda Liga da Europa, sendo esse o destino do clube, se os sócios "não acordarem a tempo".

Às eleições do Benfica, que deverão decorrer em outubro, já apresentaram intenções de candidatura Luís Filipe Vieira, os empresários Noronha Lopes, antigo "vice" de Manuel Vilarinho, e Bruno Costa Carvalho e o advogado e político Rui Gomes da Silva.

Outras Notícias