Desporto

Rússia exorta EUA a abster-se de fazer justiça "além fronteiras"

Rússia exorta EUA a abster-se de fazer justiça "além fronteiras"

A Rússia acusou esta quarta-feira os EUA de alargar ilegalmente a sua jurisdição "muito para além das suas fronteiras", após a detenção de dirigentes da FIFA na Suíça, a pedido da Justiça norte-americana.

Num processo com 14 indiciados, entre os quais nove dirigentes ou ex-dirigentes da FIFA, dos quais sete foram detidos em Zurique, Washington solicitou a sua extradição para que sejam julgados por corrupção.

Em comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia exortou os Estados Unidos a "absterem-se de tentar fazer justiça fora das suas fronteiras".

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos indiciou nove dirigentes ou ex-dirigentes e cinco parceiros da FIFA, acusando-os de conspiração e corrupção nos últimos 24 anos, num caso em que estarão em causa subornos no valor de 151 milhões de dólares (quase 140 milhões de euros).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG