Taça de Portugal

São sócios e compadres mas nisto do futebol não há sintonia

São sócios e compadres mas nisto do futebol não há sintonia

Manuel Serrão, famoso adepto do F. C. Porto, tem como sócio no mundo empresarial António Souza Cardoso, apesar de este ter o "defeito" de ser benfiquista. Uma sociedade que dura há 25 anos e tem resistido, apesar das frequentes "picardias" entre ambos, que crescem, como acontece hoje, em dia de jogo grande.

"Por hábito, festejo mais do que ele", graceja Manuel Serrão, portuense, de 61 anos, que separa as águas na "Praia Lusitana", em que a organização de eventos, nomeadamente de moda, se sobrepõe às divergências clubísticas, em nome do sucesso empresarial.

"Temos uma ótima relação e as preferências clubísticas têm servido para fomentar a amizade", destaca Souza Cardoso, 60 anos, bracarense convertido ao benfiquismo desde miúdo.

Uma prova da amizade que nutrem está em Joana, filha de Serrão, que é afilhada de Souza Cardoso, o que faz dos empresários compadres. Conheceram-se na ANJE (Associação Nacional de Jovens Empresários), onde o portista era vice-presidente e o benfiquista diretor-geral. Tornaram-se sócios e começaram a apostar no... futebol! Esta época, Serrão está em vantagem (2-1), num naipe que passa pela Champions, Taça da Liga e Liga. Falta a Taça de Portugal. A regra é que quem perde paga uma "almoçarada".

"O F. C. Porto é claramente favorito e só um milagre alterará a tendência de vitória", dispara Serrão, motivando um sorriso a Souza Cardoso, que considera que se o Benfica jogar como na primeira parte do último jogo com o Sporting, "vencerá facilmente". Numa coisa estão de acordo: lamentam não ir ver o jogo ao vivo. "Não percebo como não se pode e muito menos entendo que não se possa festejar, sobretudo se se estiver no Porto", atira Manuel Serrão que vai ver o jogo, pela televisão, na Mealhada, isto após começar o dia num torneio de golfe.

Já Souza Cardozo espera ir festejar com o filho, na rotunda da Boavista, no Porto. "Não vou ao Marquês, mas tenho a certeza que o Benfica vai", frisa, confiante. Falta saber qual dos sócios ficará mais bem disposto.

Outras Notícias