Futebol

Selecionador de Malta suspenso por alegada conduta sexual imprópria

Selecionador de Malta suspenso por alegada conduta sexual imprópria

Devis Mangia, selecionador de Malta, foi, esta terça-feira, afastado temporariamente do cargo pela Associação de Futebol de Malta (MFA), depois de o organismo ter recebido um relatório sobre suposta violação de políticas.

"A Associação de Futebol de Malta comunica que Devis Mangia foi temporariamente dispensado das suas funções de selecionador nacional depois de ter sido recebido um relatório sobre alegada violação de políticas. Mangia deu total disponibilidade para que os factos da questão sejam apurados. A Associação não vai pronunciar-se mais até que os próximos passos sejam discutidos com os respetivos órgãos de decisão de forma aberta e transparente", pode ler-se em comunicado, com o organismo a referir que o jogo desta noite com Israel vai ter o adjunto Davide Mazzotta no banco a comandar a equipa.

Segundo a imprensa local, o treinador foi afastado temporariamente do cargo depois de ter sido acusado de conduta sexual imprópria com um dos atletas da seleção nacional.

PUB

Esta já não é a primeira vez que o técnico está envolvido em polémicas. Devis Mangia já foi acusado de manter relações íntimas com jogadores quando treinava no Universitatea Craiova, na Roménia e em 2016 terá, alegadamente, mantido uma relação com um jogador do Ascoli, clube que acabou por deixar mais tarde alegando motivos de saúde.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG